Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

Ministério abre concurso para 70 vagas de R$ 2.067,30

10 Out 2009 - 08h34Por Folha Online

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome anunciou nesta semana concurso para preencher 70 vagas abertas de agente administrativo, sendo quatro reservadas aos portadores de necessidades especiais. A remuneração inicial é de R$ 2.067,30.

Os aprovadores terão de comprovar a conclusão do ensino médio e trabalharão no Distrito Federal. As inscrições começam na próxima quinta-feira (15) e vão até 29 de outubro, e podem ser feitas pelo site www.cespe.unb.br/concursos/mds2009. A taxa é de R$ 38,00.

A seleção terá uma etapa eliminatória e classificatória, de provas objetivas, prevista para 29 de novembro. Os candidatos terão 3 horas e 30 minutos para responder as 120 questões.

A previsão é que os locais e horários de realização do concurso sejam divulgados em 19 de novembro, no mesmo endereço eletrônico de inscrição.

O resultado final nas provas objetivas e a convocação para a perícia médica dos candidatos que se declararem portadores de deficiência estão previstos para 21 de dezembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai