Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Minha Casa, Minha Vida: Vander acredita em mais avanços com Caixa

28 Fev 2011 - 16h37Por Fátima News
Para o deputado federal Vander Loubet (PT-MS) a Caixa Econômica Federal (CEF) pode avançar ainda mais para atender aos protestos contra as novas regras do programa Minha Casa, Minha Vida, que estabelecem infraestrutura de asfalto e esgoto como itens obrigatórios para liberar os financiamentos. Na manhã desta segunda-feira (28), ao participar de audiência pública na Câmara Municipal de Campo Grande, o parlamentar foi enfático ao destacar que o governo federal tem a sensibilidade de socorrer um clamor legítimo da sociedade e disse que na próxima quarta-feira deve ser realizada nova eunião ente a bancada federal sul-mato-grossense e diretores da Caixa.
 
“É indiscutível a legitimidade das manifestações de construtores e dos interessados em fazer seu financiamento. Precisamos olhar não somente a árvore, mas toda a floresta, pois nesse processo estão diversos interesses e demandas. São os construtores, são operários da construção civil e de diversos ramos da economia, são os compradores e existe ainda a questão da infraestrutura necessária”, ponderou Vander. “Entendo que, imediatamente, é imperativo atender quem faz casas e gera emprego, quem se emprega e quem precisa da casa para viver”, acrescentou.
 
Segundo Vander, a Caixa já sinalizou a disposição de atender aos protestos, lembrando que o banco recuou das exigências iniciais e fixou um prazo de quatro meses (até 30 de junho) para que as novas regras passem a valer. “Foi um avanço. Não é tudo que se quer, mas é um bom aceno. Podemos e vamos avançar mais”, frisou. Para o deputado petista, o atendimento às necessidade mais imediatas de liberação dos financiamentos para ruas sem asfalto não pode sufocar o direito que toda pessoa tem de morar em áreas dotadas da infraestrutura básica.
 
“Asfalto e esgoto são itens indispensáveis de qualidade de vida e de justiça social. Vamos buscar a solução mais imediata que é restabelecer os padrões originais de financiamento. Mas a luta não pode parar por aí, caso contrário estaremos consolidando um contexto de segregação social e econômica. Asfalto e esgoto não podem ser privilégios de quem mora em área nobre”, pontuou.
 
Segunta etapa
 
A exigência de asfalto e esgoto é um dos itens dos critérios de financiamento que farão parte da segunda etapa do Minha Casa, Minha Vida. A nova base reguladora do programa está contida na Medida Provisória (MP) 514/10, que está em análise e deve ser votada em breve pelo Congresso Nacional.
 
Na seguna etapa do programa, o governo federal prevê a construção e reforma de 2 milhões de moradias até 2014. Entre outras novidades e inovações, a MP estabelece a permissão de atividade comercial em conjuntos habitacionais para famílias de baixa renda; cria mecanismos para assegurar que o subsídio seja concedido uma única vez, tanto por família como por imóvel; e uma mesma família não será beneficiada duas vezes nem um mesmo imóvel poderá ser subsidiado mais de uma vez.
 
Também na MP está determinada a prioridade de atendimento às famílias chefiadas por mulheres e às que tenham sido desabrigadas ou residam em áreas de risco e insalubres. Por decreto, o governo federal estabelecerá os limites de renda familiar para cada modalidade do programa, sem mudança no teto, que continuará sendo de 10 salários mínimos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro