Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 28 de maio de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

MG: índios mantêm reféns há quase quatro dias

19 Mar 2007 - 13h14

 

A situação é tensa na manhã desta segunda-feira na aldeia dos Índios Pataxós, em Carmésia, a 200 km de Belo Horizonte (MG), onde dois funcionários da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) são mantidos reféns há mais de três dias.

Os reféns são o sociólogo Altino Barbosa Neto, chefe do distrito sanitário indígena da Funasa em Governador Valadares, que foi impedido de sair da aldeia no fim da tarde de quinta-feira, quando chegou para participar de uma reunião, e o coordenador técnico da área indígena da fundação, Antônio Divino de Souza. Divino foi detido quando chegou à aldeia para negociar a libertação do sociólogo.

Uma reunião estava marcada para às 9 horas na prefeitura da cidade entre coordenadores da Funasa e os quatro caciques da reserva, mas as lideranças indígenas não concordaram em fazer qualquer encontro fora da aldeia.

"Na conversa que nós (índios e Funasa) tivemos aqui, ficou combinado que as reuniões serão todas na reserva. É aqui que somos fortalecidos. Se a gente sair da tribo, a Funasa vai tentar enrolar agente", explicou a cacique Nete Pataxó.

Uma equipe formada por três funcionários da Funasa, entre eles o coordenador da fundação em Belo Horizonte, Ronaldo Cerqueira, está, desde a madrugada de hoje, hospedada em um hotel da cidade de Guanhães, próxima à reserva.

Oito policias federais de Belo Horizonte, entre eles um delegado, acompanham o grupo. O prefeito de Carmésia, Roberto Keller, está na aldeia Pataxó para acompanhar a negociação. Ainda segundo a cacique Nete Pataxó, os dois funcionários que estão presos no casarão-sede da aldeia, Altino Barbosa Neto e Antônio Divino, passam bem.

"Até mesmo o Divino, que não estava comendo, agora está bem. No sábado, a pressão dele subiu e ele passou mal. A gente insistiu para leva-lo no médico mas ele recusou", completou.

 

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXILIO EMERGENCIAL
A 2ª parcela do auxílio de R$ 600 foi cancelada? Saiba como resolver o problema
CORONAVIRUS NO BRASIL
Covid-19: Brasil passa dos 400 mil casos confirmados e 25 mil mortes
MORTES CONTINUAM
Brasil é o 2º país no mundo com infectados com o coronavirus
FRAUDE
URGENTE! 160 mil possíveis FRAUDES no auxílio emergencial de R$600
COVID-19
URGENTE! Zezé Di Camargo e Luciano testam positivo para a Covid-19
BONITO - MS - COVID-19
Pandemia faz empresas demitirem 29% dos funcionários do setor de turismo de Bonito (MS)
VITIMA DA COVID 19
'Mãe' de Jojo Todynho morre de Covid-19
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Dia dos Namorados é no O Boticário, confira o catálogo digital, entrega em casa em Fátima do Sul
COVID-19
Dois integrantes da banda de Zezé Di Camargo e Luciano testam positivo para coronavírus
FEMINICIDIO
Filha de 12 anos faz homenagem para vítima de feminicídio: 'te amarei para sempre'