Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 5 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

MG: índios mantêm reféns há quase quatro dias

19 Mar 2007 - 13h14

 

A situação é tensa na manhã desta segunda-feira na aldeia dos Índios Pataxós, em Carmésia, a 200 km de Belo Horizonte (MG), onde dois funcionários da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) são mantidos reféns há mais de três dias.

Os reféns são o sociólogo Altino Barbosa Neto, chefe do distrito sanitário indígena da Funasa em Governador Valadares, que foi impedido de sair da aldeia no fim da tarde de quinta-feira, quando chegou para participar de uma reunião, e o coordenador técnico da área indígena da fundação, Antônio Divino de Souza. Divino foi detido quando chegou à aldeia para negociar a libertação do sociólogo.

Uma reunião estava marcada para às 9 horas na prefeitura da cidade entre coordenadores da Funasa e os quatro caciques da reserva, mas as lideranças indígenas não concordaram em fazer qualquer encontro fora da aldeia.

"Na conversa que nós (índios e Funasa) tivemos aqui, ficou combinado que as reuniões serão todas na reserva. É aqui que somos fortalecidos. Se a gente sair da tribo, a Funasa vai tentar enrolar agente", explicou a cacique Nete Pataxó.

Uma equipe formada por três funcionários da Funasa, entre eles o coordenador da fundação em Belo Horizonte, Ronaldo Cerqueira, está, desde a madrugada de hoje, hospedada em um hotel da cidade de Guanhães, próxima à reserva.

Oito policias federais de Belo Horizonte, entre eles um delegado, acompanham o grupo. O prefeito de Carmésia, Roberto Keller, está na aldeia Pataxó para acompanhar a negociação. Ainda segundo a cacique Nete Pataxó, os dois funcionários que estão presos no casarão-sede da aldeia, Altino Barbosa Neto e Antônio Divino, passam bem.

"Até mesmo o Divino, que não estava comendo, agora está bem. No sábado, a pressão dele subiu e ele passou mal. A gente insistiu para leva-lo no médico mas ele recusou", completou.

 

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso federal com salário de até R$ 6 mil encerra inscrições nesta sexta-feira
100 ANUNCIOS
Covid-19: Bolsonaro ordenou atrasar boletins para não passar em telejornais
AUXILIO EMERGENCIAL
Veja se o seu CPF foi usado e como denunciar a fraude
3º EM NÚMERO DE VÍTIMAS
Com recordes seguidos, Brasil passa dos 34 mil mortos por coronavirus
COVID-19
Micro e pequenas empresas terão acesso a crédito facilitado
VÍDEO - CAPIVARA BOA DE MERGULHO
Capivara boa de mergulho é flagrada em rio de MS, assista
CASO DE POLÍCIA
Patroa é presa sob suspeita de homicídio culposo após filho de empregada cair do 9º andar
LUTA PELA VIDA
Cantora gospel que morreu por coronavírus, fez vaquinha para pagar tratamento
ELEIÇÕES 2020
Vai ter eleição, TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano
BOA NOTICIA
Auxílio emergencial deve ser estendido em mais duas parcelas de R$ 300