Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 6 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Meteorologia prevê outono com menos chuva em MS

20 Mar 2007 - 14h50
Os serviços de meteorologia começam a fazer previsões para o outono, que começa hoje às 20h07. De acordo com o meteorologista Natálio Abraão Filho, o volume de chuvas do trimestre abril, maio e junho ficará abaixo da média climatológica para a toda a região centro-oeste. Já a previsão da temperatura é de que os índices fiquem acima da média com mínimas em torno dos 18oC e máximas de 30oC. As massas de ar frio só vão começar a atingir Mato Grosso do Sul a partir da segunda quinzena do mês de maio.
 
A meteorologia prevê ainda que episódios de estiagem comecem a ocorrer no Estado a partir de abril com períodos de 40 a 50 dias, sem a presença de chuvas. A umidade crítica terá índices próximos de 10%. Em julho, as massas de ar polar devem derrubar as temperaturas para próximo dos 3oC. Nos últimos anos, os fenômenos climáticos El Ninho e Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) têm sido os principais causadores de alterações no volume de chuvas e nas temperaturas em todas as regiões brasileiras.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso federal com salário de até R$ 6 mil encerra inscrições nesta sexta-feira
100 ANUNCIOS
Covid-19: Bolsonaro ordenou atrasar boletins para não passar em telejornais
AUXILIO EMERGENCIAL
Veja se o seu CPF foi usado e como denunciar a fraude
3º EM NÚMERO DE VÍTIMAS
Com recordes seguidos, Brasil passa dos 34 mil mortos por coronavirus
COVID-19
Micro e pequenas empresas terão acesso a crédito facilitado
VÍDEO - CAPIVARA BOA DE MERGULHO
Capivara boa de mergulho é flagrada em rio de MS, assista
CASO DE POLÍCIA
Patroa é presa sob suspeita de homicídio culposo após filho de empregada cair do 9º andar
LUTA PELA VIDA
Cantora gospel que morreu por coronavírus, fez vaquinha para pagar tratamento
ELEIÇÕES 2020
Vai ter eleição, TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano
BOA NOTICIA
Auxílio emergencial deve ser estendido em mais duas parcelas de R$ 300