Menu
SADER_FULL
sexta, 17 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Mercado prevê crescimento econômico acima de 5% em 2010

28 Dez 2009 - 08h45Por G1

Os analistas do mercado financeiro elevaram, na última semana, a expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país de 5% para 5,08%em 2010, informou nesta segunda-feira (28) o Banco Central, por meio do relatório de mercado. O documento é fruto de pesquisa com instituições financeiras.

 Já para este ano, a projeção dos economistas do mercado financeiro é de que o PIB tenha uma retração de 0,22%. Na semana retrasada, a estimativa de recuo do PIB de 2009 estava um pouco maior: em 0,23%. A última queda do PIB brasileiro aconteceu em 1992, quando houve uma contração de 0,54%, de acordo com a série histórica do IBGE.

 Na semana passada, o BC divulgou a sua estimativa de crescimento da economia para 2010, que é de 5,8%. Segundo o mercado financeiro, o crescimento do próximo ano será puxado pela indústria, uma vez que eles estimam um crescimento de 8% para a produção industrial no ano que vem, na comparação com um recuo de 7,6% neste ano.

Para o IPCA de 2009, a previsão dos analistas de mercado recuou de 4,29% para 4,28% na semana passada, informou o BC. Já a estimativa do mercado para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2010 permaneceu estável em 4,50% na semana passada.

No Brasil, vigora o sistema de metas de inflação, pelo qual o BC calibra a taxa básica de juros para atingir metas pré-determinadas - com base no IPCA. Para 2009, 2010 e 2011, a meta central é de 4,50%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Assim, o IPCA pode ficar entre 2,50% e 6,50% sem que a meta seja formalmente descumprida.

A expectativa do mercado financeiro é de que a taxa de juros, que foi mantida estável em 8,75% ao ano em dezembro, suba em 2010, terminando o próximo ano em 10,75% ao ano. Essa é a mesma previsão feita pelo mercado financeiro na semana retrasada.

Na semana passada, dado que foi informado nesta segunda-feira (28), a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2009 permaneceu estável em R$ 1,74 por dólar. Para o fim de 2010, a previsão ficou inalterada em R$ 1,75 por dólar.

Já a projeção dos economistas do mercado financeiro para o superávit da balança comercial (exportações menos importações) em 2009 caiu de US$ 25 bilhões para US$ 24,5 bilhões.

Em 2008, a balança comercial teve superávit de US$ 24,7 bilhões, com forte queda de 38,2% frente ao ano de 2007, quando o resultado positivo somou US$ 40 bilhões. Para 2010, a previsão do mercado financeiro para o saldo da balança comercial subiu de US$ 11,3 bilhões para US$ 11,6 bilhões de resultado positivo.

No caso dos investimentos estrangeiros diretos, a expectativa do mercado para o ingresso de 2009 ficou estável em US$ 25 bilhões na última semana. Para 2010, a projeção de entrada de investimentos no Brasil permaneceu em US$ 35 bilhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa cria calendário para liberar nova rodada de dinheiro do FGTS
TRAGEDIA AÉREA
Acidente aéreo mata sócio da Raizen e outras seis pessoas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Um missionário irado e inquieto
LARVAS
Vídeos mostram peixes frescos recheados de vermes; veja