Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 21 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Mercado eleva previsão para inflação pela 11ª vez, para 5,79%

21 Fev 2011 - 08h34Por Conjutura Online

O IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), utilizado como referência para contratos de aluguel, registrou alta de 0,88% na segunda prévia de fevereiro. O resultado superou o de um mês antes, quando a taxa havia ficado em 0,63%.

De acordo com dados divulgados  pela FGV (Fundação Getulio Vargas), nos últimos doze meses o IGP-M acumula alta de 11,18%. No ano, a elevação acumulada é de 1,68%.

Entre os componentes do IGP-M, a principal alta foi observada no IPA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que subiu 1,07% no período, de forma mais intensa do que um mês antes (0,60%). O movimento foi influenciado por matérias-primas brutas (de 1,03% para 2,86%) e pelos bens intermediários (de 0,57% para 0,87%). No caso das matérias-primas brutas, os itens que mais contribuíram para o resultado foram: minério de ferro (-1,48% para 5,37%), milho (em grão) (1,92% para 8,93%) e algodão (em caroço) (5,59% para 16,28%). Nos bens intermediários, o destaque coube aos materiais e componentes para a manufatura, cuja taxa passou de 0,63% para 0,94%. Já os bens finais apresentaram queda de 0,24% depois de registrarem leve alta de 0,25% no mês anterior. A maior contribuição para a desaceleração partiu dos alimentos processados, cuja taxa passou de -0,40% para -1,90%.

Outro componente do IGP-M, o IPC (Índice de Preços ao Consumidor), desacelerou entre os dois levantamentos, passando de 0,85% para 0,54% na segunda prévia de fevereiro. Três das sete classes de despesa registraram decréscimos em suas taxas de variação, com destaque para o grupo alimentação (de 1,33% para -0,07%). Ficaram mais baratos ou subiram com menos intensidade os preços de frutas (de 2,07% para -2,42%), carnes bovinas (de -0,35% para -2,54%) e hortaliças e legumes (de 7,41% para 4,48%). A mesma situação foi verificada em vestuário (de 0,59% para -0,45%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,51% para 0,31%).

Por outro lado, ficaram mais caros os preços de despesas diversas (de 0,72% para 1,49%), transportes (de 1,24% para 1,56%), habitação (de 0,23% para 0,48%) e educação, leitura e recreação (de 1,54% para 1,68%). Os itens que mais influenciaram a elevação nessas classes de despesa foram: cigarro (de 0,00% para 1,47%), tarifa de ônibus urbano (de 2,26% para 3,34%), aluguel residencial (de 0,16% para 1,05%) e cursos não formais (de 1,04% para 2,97%), respectivamente.

Último índice a compor o IGP-M, o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) também sofreu elevação entre as duas leituras, passando de 0,38% para 0,42%. A alta foi puxada pelos materiais, equipamentos e serviços, que ficaram mais caros no período, tendo passado de 0,34% para 0,67%. Em movimento oposto, o custo da mão de obra subiu menos e sua taxa diminuiu de 0,43% para 0,17%.

Para calcular a segunda prévia de fevereiro do IGP-M, a FGV coletou dados entre os dias 21 de janeiro e 10 de fevereiro.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área
SOLIDARIEDADE AO RIO GRANDE DO SUL
De Fátima do Sul e Culturama: Carreta com 17 toneladas de donativos chega a Roca Sales, RS

Mais Lidas

Fotos - João Paulo SerafimEMPREGOS NO MS
Fecularia Eldorado é inaugurada, vai gerar 330 empregos e consolidar industrialização da mandioca
Foto: reprodução internetNOVA FRENTE FRIA
Nova frente fria derruba temperaturas em MS; confira a previsão
Mulher pode ter matado filho na capital paraguaia / Reprodução ABC ColorTRAGÉDIA FAMILIAR
Mãe mata filho de 05 anos enforcado e é achada morta
TRAGÉDIA
Radialista morre após capotamento em rodovia em Mato Grosso do Sul
EXPORAMA 2024EXPORAMA 2024 - VEJA PROGRAMAÇÃO
Com Laço, Rodeio, Shows e entrada franca, prefeita anuncia programação do aniversário de CULTURAMA