Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 16 de maio de 2021
Busca
Brasil

Menina de 2 anos vira hit após argumentar com pai sobre porta

22 Out 2010 - 14h22Por G1
Isabela, de 2 anos, depois de buscar alguns brinquedos no quarto, volta para brincar no quintal e encontra a porta fechada. Para buscar explicações, ela entra no quarto, indignada, e pergunta para o pai: “Por que ‘fechar’ a porta?”. Uma cena do dia a dia de uma família brasileira se tornou um hit no YouTube neste mês, batendo quase a marca de 2 milhões de acessos.

O vídeo foi postado pelo pai, Felipe Horst, de 27 anos, no dia 30 de setembro. Ele e a mulher, Stephanie Thomas, de 25 anos, estão acostumados a publicar fotos e vídeos da filha na internet. Até fevereiro deste ano, eles moravam em Goiás e, para mostrar o crescimento de Isabela aos avôs, que moram no Rio Grande do Sul, o meio mais fácil encontrado foi a web.

“Como todo pai de criança pequena, estamos acostumados a gravar momentos do filho para guardar de recordação”, explica Felipe.

Ele conta que, no dia do vídeo, Isabela ainda não tinha completado 2 anos. Ela estava no jardim da casa onde eles moram hoje, em Montenegro (RS), quando começou a anoitecer. Isabela decidiu ir no quarto buscar mais brinquedos. Nesse momento, Felipe fechou a porta que dá acesso ao quintal.

“Quando ela voltou e se deparou com a porta fechada, ela disparou em minha direção. Quando vi a reação dela, eu liguei a câmera para gravar a cena”, disse Felipe.

No vídeo, os maiores comentários são referentes às expressões “pode ser” e “tranquilo”, usadas por Isabela. Segundo Felipe, como ela ainda está desenvolvendo a fala, Isabela tenta imitar o que os pais falam. “O ‘pode ser’ ela pegou da mãe, que sempre tenta negociar com ela usando essa expressão. O ‘tranquilo’ ela pegou de mim”.

Além do grande número de acessos, o vídeo está na posição 84 entre os 100 vídeos mais bem avaliados do YouTube. “Eu sabia que o vídeo era muito bom, mas não posso falar porque sou o pai. Porém a gente nunca espera que um vídeo caseiro se torne viral”, conta Felipe, que é designer gráfico.

Segurança
Segundo um estudo divulgado pela empresa de segurança on-line AVG, 90% das crianças americanas com menos de 2 anos já possuem alguma forma de representação na web. A pesquisa ouviu 2,2 mil mães e mostrou que os pais publicam conteúdo sobre os filhos, como fotos e perfis em redes sociais, antes do nascimento.

Sobre a privacidade de Isabela, Felipe acredita que essa exposição não fará nenhum mal a ela. “A internet é uma ferramenta muito prática para se comunicar com a família e amigos”, explica. Mesmo assim, ele faz a moderação dos comentários que são postados no YouTube. “Existe sempre o pessoal do contra, que critica e condena a atitude de Isabela. Mas temos que saber lidar com as críticas”, completa.

Problema no braço
No vídeo, é possível reparar que Isabela não mexe o braço direito. Segundo Felipe, ela sofreu uma grave lesão do plexo braquial direito, conjunto de nervos responsável pelo movimento, durante o parto. Depois de uma cirurgia em maio, Isabela segue fazendo fisioterapia para melhorar os movimentos. “Hoje, ela já consegue mover o braço um pouco mais e estamos observando uma recuperação mais rápida”.

Clique aqui para ver o video.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada