Menu
SADER_FULL
terça, 22 de junho de 2021
Busca
Brasil

Melhoria econômica impulsiona número de casais sem filhos, diz IBGE

10 Out 2009 - 07h03Por Uol

Mais dois milhões de casais do país não têm filhos, embora marido e mulher trabalhem e tenham condições de sustentar uma criança, segundo a Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada nesta sexta-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados apontam que entre 1998 e 2008, esse tipo de combinação aumentou de 3,2 para 5,3% dos quase 40 milhões de casais nacionais.

Na região Sudeste, a mais rica do Brasil, a proporção de casais sem filhos e empregados é maior do que a brasileira: houve avanço de 3,6% em 1998 para 6,2% em 2008. No Nordeste, os níveis praticamente dobraram, saltando de 2,1% dos casais há 11 anos para 3,8% até 2008.

Parte da explicação do resultado está na análise da proporção de mulheres ocupadas no período do levantamento. A presença feminina no mercado de trabalho saltou de 42% para 47,2%, o que as desestimula a terem filhos até que se satisfaçam profissionalmente.

Cai número de jovens
Outro reflexo da decisão dos casais de terem filhos mais tarde é a redução das populações mais jovens. O número de pessoas com menos de um ano de idade despencou 27,8% nos 10 anos de intervalo pesquisados pelo IBGE, que considerou os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD).

De acordo com o levantamento, a quantidade de bebês no Brasil caiu de 1,8% da população total em 1998 para 1,3% no ano passado. Entre os habitantes da região Sudeste, essa proporção é ainda menor: agora é de 1,2% do total. A maior participação dos bebês na população geral fica no Norte, com 1,8% até 2008.

A mesma queda foi observada no número de crianças e adolescentes de até 14 anos de idade. Em 1998, eles eram 30% da população total e agora são 24,7%. "A redução da população de crianças e jovens e o consequente aumento da população adulta e idosa está associada à queda continuada dos níveis de fecundidade e ao aumento da esperança de vida", afirma o texto divulgado pelo instituto.

A proporção de idosos subiu de 8,8% para 11,1% entre 1998 e 2008, diz o IBGE.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América