Menu
SADER_FULL
quarta, 8 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Mega-Sena acumula e poderá pagar R$ 4 milhões no próximo sorteio

28 Jun 2010 - 07h01Por G1

O sorteio do concurso 1.191 da Mega-Sena não teve vencedor e o prêmio que era de R$ 2 milhões acumulou em R$ 4 milhões para o sorteio 1.195 da qiarta-feira (30). As dezenas sorteadas neste sábado (26) foram 03 - 11 - 16 - 22 - 25 e 33.

O sorteio foi realizado na noite deste sábado na cidade de São João da Barra, no Rio de Janeiro, e recebeu apostas até as 19h (horário de Brasília), em todas as lotéricas do país.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o valor do prêmio de R$ 2 milhões seria suficiente para comprar uma frota de 80 carros populares ou garantir uma renda de cerca de R$ 11 mil por mês com o dinheiro aplicado na poupança.

Último prêmio
O prêmio sorteado no concurso 1.190 da Mega-Sena, na quarta-feira (23), saiu para duas apostas feitas nas cidades de São Gonçalo do Rio Abaixo, em Minas Gerais, e Carlópolis, no Paraná. De acordo com a Caixa, o dono de cada bilhete - ou donos, em caso de bolão - vai receber um prêmio de R$ 9.806.336,06.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus
PRESIDENTE NA LINHA
Bolsonaro está com sintomas de covid-19 e aguarda resultado de exame
CICLONE BOMBA
Efeitos do Ciclone: mais de 12 mil residências ainda estão sem energia elétrica
LIVE
Mulher de Porchat não foi a única: veja outros casos de nudez em lives
ECONOMIA
Nova gasolina a partir de agosto; combustível será mais caro, mas deixará veículos mais econômicos
SOS EDUCAÇÃO
Sem computador e sem dinheiro, alunos de baixa renda desistem do Enem