Menu
SADER_FULL
domingo, 9 de maio de 2021
Busca
Brasil

MEC vai tentar modificar Prouni no Senado

2 Dez 2004 - 14h36
O governo Federal tentará modificar no Senado a medida provisória que institui o Prouni (Programa Universidade para Todos). Ontem, a MP foi aprovada pela Câmara, mas com modificações que desagradaram o ministro da Educação, Tarso Genro.

O Prouni tem como objetivo custear o ensino superior de estudantes pobres. Pela MP, as instituições que aderirem ao programa ficam isentas de vários tributos federais. Em troca, teriam que destinar 10% de suas vagas para alunos pobres. Uma emenda da oposição, no entanto, reduziu essa contrapartida de 10% para 7%, o que encolherá as vagas previstas em 2005 para esses estudantes em cerca de 25 mil (de 110 mil para 88,4 mil), segundo cálculos do MEC.

Genro afirmou que o governo só aceitou a emenda da oposição devido à necessidade de votar a MP para desobstruir a pauta da Câmara, mas que tentará mudar o texto da medida.

"Foi necessário para desobstruir a pauta de votações", disse o ministro da Educação. "Nós vamos tentar reverter essa votação no Senado. Se não conseguirmos, vamos examinar tecnicamente a possibilidade de veto", afirmou.

O ministro disse que a mudança contrariou o que foi acertado com várias instituições de ensino, atendendo à pressão de uma única universidade.

"Essa votação cedeu a um movimento feito por uma instituição, a Unip [Universidade Paulista], comandada por uma pessoa que tem interesses no setor, e que tem o direito de processar esses interesses. Assim como nós temos o direito de resistir", disse o ministro. "Nós nos consideramos vitoriosos. Mas achamos que essa vitória poderia ser maior", afirmou.

Outro lado

A Folha Online entrou em contato com João Carlos Di Genio, reitor da Unip, mas não o encontrou. Segundo sua secretária, Di Genio deve se pronunciar ainda esta tarde.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo