Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

MEC insulta cultura do Brasil ao banir obra de Monteiro Lobato

5 Nov 2010 - 08h04Por OAB

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, cobrou hoje (04) que o Ministério da Educação reveja imediatamente a decisão de banir das escolas públicas brasileiras a leitura do livro "Caçadas de Pedrinho", de Monteiro Lobato, por considerá-lo racista.

"O Ministério da Educação precisa rever essa decisão e deve desculpas ao País, não sendo aceitável que apresente uma mera justificativa", afirmou Ophir ao discursar na solenidade de entrega do prêmio Francisco Cunha Pereira Filho, na sede da OAB Paraná, em Curitiba. Na ocasião, Ophir ministrou palestra sobre "Liberdade de Expressão no Estado Democrático de Direito".

Ophir mostrou-se indignado em razão do conteúdo da obra que retrata as aventuras de Narizinho, Tia Anastácia, Dona Benta, Emília e o Visconde de Sabugosa ter sido considerado preconceituoso e racista. "Nós que nos sentimos filhos literários do autor do Sítio do Pica-Pau Amarelo, cuja sensibilidade indicou que um País se faz com homens e livros, não podemos aceitar tamanho absurdo", afirmou o presidente da OAB para a platéia de advogados e jornalistas. "É um duplo insulto: à cultura nacional e à memória de um grande brasileiro", finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'
COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'