Menu
SADER_FULL
domingo, 16 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

MEC altera resultado da lista de espera do Sisu; candidatos reclamam

16 Mar 2010 - 06h00Por Uol Notícias

O MEC (Ministério da Educação) alterou o resultado da lista de espera do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), divulgado no último domingo (14). Com isso, estudantes que constavam como aprovados, verificaram posteriormente que não haviam passado e estão revoltados com a situação.

De acordo com o ministério, uma determinação da Justiça fez com que fossem incluídas matrículas extras no sistema, após a publicação do resultado, às 14h20 do domingo. Estes registros teriam diminuído a oferta de vagas em cada instituição e eliminado vestibulandos anteriormente aprovados. Ainda não há levantamento de quantos estudantes tiveram a aprovação "cancelada".

Victor Gonçalvez Oliveira Galvão, 18, que mora em Uberlândia (MG), quase levou o maior prejuízo após a confusão das listas. Ele afirma ter passado em 65º na UFABC (Universidade Federal do ABC), em um total de 79 vagas disponíveis. "Já estava quase comprando a passagem para São Paulo, vi os documentos que tinha que levar [para a matrícula], liguei para todo mundo... Aí me deu na cabeça de olhar de novo o boletim, e, quando vi, não estava mais aprovado. Foi um negócio esquisito."

O estudante procurou o MEC e obteve uma resposta que o orientava a esperar pelas vagas remanescentes. "Responderam como se fosse uma coisa simples", diz, indignado. "Você vai do céu ao inferno em 15 segundos".

Galvão havia iniciado uma graduação em 2008, mas resolveu tentar o bacharelado da UFABC pois queria fazer engenharia aeroespacial. Caso não consiga entrar pelas vagas remanescentes, o jovem afirma que irá procurar um emprego para pagar o cursinho.

Se sobrarem vagas, a partir do dia 17 de março as universidades participantes do Sisu irão divulgar informações sobre o preenchimento das remanescentes. O UOL Educação registrou casos de alunos aprovados, e logo em seguida eliminados do ensino superior, na UFABC, na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e na UFMA (Universidade Federal do Maranhão).

Cabelo

Felipe Paiva, 19, chegou a raspar a cabeça ao saber que havia passado em medicina, na UFMA. Ele consultou o resultado por volta das 15h e constatou que havia passado em 3º lugar, para ocupar uma das três vagas oferecidas na universidade.

Duas horas depois, conta ele, uma vaga "sumiu". "Ninguém acredita no que aconteceu. Minha família e amigos próximos estão todos impressionados com tamanha irresponsabilidade do sistema", diz.

Paiva já havia sido aprovado em medicina na Uema (Universidade Estadual do Maranhão), mas como o campus dessa universidade se localiza no interior, sua preferência é pela UFMA, que fica na capital. Ele faz cursinho desde 2006 e só agora foi aprovado. "Quero a vaga, estou me sentindo enganado e desrespeitado. Vou pedir judicialmente esta vaga que foi tomada de mim", afirmou.

Mãe perdeu dia de trabalho

Rose Teixeira, 46, mãe de Giovanni Campopiano, 17, perdeu meio dia de trabalho, nesta segunda-feira (15), para acompanhar o filho na matrícula, na UFABC. Ao chegarem na instituição, foram informados de que o jovem não havia passado, mesmo tendo classificação de número 38 para 44 vagas oferecidas. "Na hora, meu filho começou a rir, não acreditava que isso estava acontecendo", diz.

"O pior não é nem ele não fazer a faculdade, mas a falta de respeito. Depois de toda a tensão que é o vestibular, eles fazem uma coisa dessas? Tenho muita pena dos estudantes, se algum tem tendência depressiva, isso pode até mudar o caminho deles", opina a mãe.


Leia Também

TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem 87,4 mil casos e 133 mortes em 24 horas
HOMICIDIO EM SÉRIES
Bandido que comia olhos, orelhas e bebia sangue de vítimas é preso
COVID NO BRASIL
Brasil tem em 24 horas, mais 70.765 novos casos de covid-19
FAMILIA GRANDE
Mãe dá à luz quíntuplos em maternidade de São Paulo
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Por meio Dele Deus fez o Universo