Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Mato Grosso do Sul responde por 11,3% dos abates de bovinos no Brasil

9 Abr 2011 - 08h12Por Assessoria de Comunicação do Sistema FAMASUL/SENAR

Dados divulgados recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE) mostram que Mato Grosso do Sul respondeu por 11,3% dos abates de bovinos no último trimestre de 2010.

Esse valor coloca o Estado como terceiro no ranking nacional, sendo o Centro-Oeste responsvel por 34,7% do total acumulado no ano.

Esse o panorama do anfitrião do Congresso Internacional da Carne, que será realizado nos dias 7, 8 e 9 e junho em Campo Grande/MS e irá discutir rumos para a participao brasileira no mercado mundial de carnes.

A pesquisa do IBGE mostrou ainda que no 4° trimestre de 2010 foram abatidas mais de sete milhões de cabeças bovinas em todo o País, o que representa uma queda de 3% em relação ao trimestre anterior e 3,8% comparando com o mesmo perodo de 2009.

De acordo com o Instituto, o que aconteceu foi que a oferta de animais esteve reduzida nas principais regiões produtoras e houve queda nas exportações.

Mesmo assim, o abate de bovinos tem mostrado recuperação crescente desde o período de crise internacional do fim de 2008 ao início de 2009.

De acordo com o presidente do Fórum Nacional Permanente de Pecuária de Corte da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Antenor Nogueira, após esse período de crise, a pecuária brasileira vem consolidando o ritmo de crescimento com base na demanda crescente por carne no mercado mundial e na expansão do consumo interno.

A União Européia representa o grupo que importa cortes de maior valor agregado e tivemos diminuição nas exportações para este mercado. Mesmo assim, essas perdas devem ser compensadas pelo crescimento da demanda de países orientais, que compram os cortes de menor preço, analisa.

A previsão do Fórum para 2011 mostra que o embarque de carne bovina para o exterior deve somar 2 milhões de toneladas, com crescimento de 25% em relação a 2010, quando foram embarcados 1,6 milhão.

"O setor da carne tem muitos desafios pela frente, mas temos de estar preparados para fornecer respostas satisfatórias aos novos desafios que podem representar ameaça competitividade da pecuária brasileira, como a questão ambiental e as barreiras sanitárias", completa Nogueira.

O Congresso Internacional da Carne é uma realização do International Meat Secretariat (IMS/Opic) em conjunto com a FAMASUL.

O evento tem o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de MS (SENAR/MS), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de MS (Sebrae), Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural FUNAR , Fórum da Permanente da Pecuária de Corte da CNA e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), conta com o patrocínio da Jonh Deere, Marfrig e AllFlex e o apoio do Convention Visitor Bureau.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS