Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 22 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Matagal toma conta de cimitério em Dourados

25 Jan 2011 - 07h37Por Dourados Agora

Túmulos do cemitério Santo Antônio de Pádua em Dourados já começam a sumir em meio ao matagal. O fato já começa a gerar reclamações de parentes que vão visitar entes enterrados no local.

O Douradosagora esteve no cemitério e constatou que o problema é maior na parte dos fundos. “Ao passar pela rua detrás dá para ver que o capim está mais alto que o próprio muro do cemitério”, alerta Maria Dias, de 58 anos. A dona-de-casa vai constantemente visitar o jazigo do irmão, falecido há 8 anos.

O vereador Idenor Machado esteve no local na semana passada durante o sepultamento de um amigo. “Me senti evergonhado. A situação de abandono em que se encontrava o cemitério mostrou desrespeito a população. O matagal tomava conta do início ao fim do cemitério”, destacou.

Junto com o matagal, os carrapichos bloqueiam o trânsito. “Caminhar no local para visitar túmulos de amigos não é tarefa fácil no cemitério”, diz o vereador. Segundo ele, infelizmente o Legislativo, por estar em recesso não pode se mobilizar. “Apesar disso, a partir da retomada dos trabalhos, faremos indicações para que a prefeitura tome providências imediatas”, assegura.

 
 
Procurada pelo Douradosagora a administradora dos cemitérios, Érica Menezes diz que os trabalhos de roçada continuam em ritmo normal. “O Problema são as fortes chuvas, constantes nesta época do ano. Elas contribuem para que o mato cresça de forma rápida. As roçadas acabam não acompanhando este ritmo. Quando estamos no final do ciclo de limpeza temos que correr para roçar a entrada dos cemitérios, onde geralmente o mato já está crescendo”, explica. Mesmo assim, Érica garantiu que ontem mesmo todo o setor do cemitério afetado pelo matagal seria roçado. “Pela manhã as equipes fizeram uma limpeza na entrada dos cemitérios. A tarde, como não está chovendo é a vez da parte dos fundos”, assegurou.

 
O Douradosagora registrou imagens de túmulos danificados. Além dos rotineiros abandonados pelas famílias, que passavam de 4 mil no ano passado, existem lápides quebradas e túmulos em má estado de conservação. Quanto a isso, a administradora diz que pode ser um problema relacionado as fortes chuvas. Isto porque nenhum familiar foi se queixar de furtos ou vandalismo no local nos últimos meses.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas