Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 27 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Marisa vê prejuízo ao Brasil apoiar programa nuclear do Irã

16 Jun 2010 - 14h45Por Conjuntura Online

A senadora Marisa Serrano (PSDB-MS) afirmou ontem que o apoio do presidente Lula ao programa nuclear do Irã pode fazer o Brasil perder a tão sonhada vaga no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas.

"Um país que aspira ser líder mundial e se coloca ao lado de um ditador, sinaliza ao mundo ser contra algo buscado por todas as nações: a luta pela liberdade", avaliou a tucana, ao se referir ao regime comandado por Mahmoud Ahmadinejad.

Segundo matéria publicada pelo jornal "O Estado de São Paulo", a atuação do Brasil em relação ao acordo nuclear do Irã deteriorou a imagem da diplomacia brasileira e tornou praticamente inviável o sonho de conseguir um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU.

Para a senadora, o desejo do Brasil ficou mais distante. "Nós já temos um retrato de como ficamos isolados neste contexto. Portanto, acredito que vai ser muito mais difícil para o Brasil assumir a vaga que o Lula tanto sonhou", afirmou Marisa.

A reportagem apurou, ainda, que a posição do governo Lula deixou as autoridades russas irritadas e incomodadas com a pretensão brasileira e turca de se envolverem em questões internacionais.

Segundo a tucana, o presidente Lula poderia até dar um tom conciliador ao acordo internacional, mas não interferir e chamar a responsabilidade para si. "Me preocupa muito todo o tipo de decisões internacionais tomadas pelo governo Lula. Somos protagonistas de algo que não queremos. Ele leva o nome do Brasil, de todos os brasileiros para apoiar algo que nós repudiamos", condenou a parlamentar.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários