Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 27 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Manezinho anuncia construção de 30 casas em Lagoa Bonita

16 Mar 2007 - 09h36
O prefeito de Deodápolis, Manoel José Martins (PSDB), em breve, abre nova frente habitacional no município, com a construção de mais um conjunto de casas populares. Recentemente, Manezinho esteve com o secretário de Estado de Habitação, Carlos Xavier Marun, em Campo Grande, juntamente com o vice-prefeito de Deodápolis, Paulo Roberto de Oliveira Paz (PFL), quando assinou convênio para a construção de 30 casas populares, desta vez, beneficiando famílias do distrito de Lagoas Bonita, com renda de até um salário mínimo.

Cada moradia, com área de 30,08 metros quadrados, está avaliada em R$ 12 mil; sendo R$ 6 mil com recursos do PSH, R$ 1,5 mil em contrapartida física, através do kit de materiais; e, R$ 4,5 mil de contrapartida do município. Segundo Manezinho, o município também é responsável pela doação do terreno e serviços de infra-estrutura, como terraplanagem e redes de água e energia elétrica. A obra deve iniciar no mês de abril, devendo ser concluída em tempo recorde. A Secretaria Municipal de Assistência Social é responsável pelo cadastramento e seleção das famílias beneficiadas.

Marun ressalta que a procura dos municípios para a construção de habitações populares é muito grande. “Em um primeiro momento, conseguimos recursos para duas mil unidades habitacionais, porém já temos a solicitação de mais de 2,8 mil casas”, afirma o secretário. Quando da visita da comitiva de Deodápolis, a prefeita de Três Lagoas, Simone Tebet, também assinou convênio, para a construção de 100 casas populares. “O governo estadual tem por objetivo de, até 2010, construir 40 mil unidades habitacionais e tornar Mato Grosso do Sul como o primeiro estado sem favelas”, enfatiza Marun.

PARCERIA
Em Deodápolis, também por iniciativa do prefeito Manezinho, estão sendo construídas 300 casas, destinadas ao quadro funcional da Usina Sulcroalcooleira Eldorado. A empresa mantém grande parte dos funcionários residindo em Deodápolis, inclusive, utilizando as agências bancárias do município para quitação da folha de pagamento.

Também com terreno doado pelo município, no valor de R$ 110 mil, cuja área mede cinco hectares, juntamente com as obras de infra-estrutura, na primeira fase do projeto estão sendo construídas 154 casas, de 74 metros quadrados/cada. Além das moradias, o projeto do complexo habitacional prevê a construção de uma creche, área de lazer (salão de festas, quadra esportiva, pista de cooper e outras benfeitorias) e área comercial. Esta etapa deve estar concluída em maio, entregue dentro das comemorações do aniversário de emancipação político-administrativa do município.
 
 
 
 
 
Fátima News / Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL - 157.397 MORTES
Brasil tem mais 263 mortes e 15.726 novos casos de covid-19
ALIVIO NO BOLSO
Petrobras reduz preços de gasolina e diesel a partir desta terça (27)
BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora