Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de junho de 2021
Busca
GLÓRIA DE DOURADOS

Major destaca importância da Polícia Comunitária em Glória de Dourados

6 Mar 2010 - 08h57Por Demerval Nogueira / Fátima News

A 2ª Cia.de Polícia Militar de Glória de Dourados, presidida pelo comandante, major Thonny Audry Lima Zerlotti realizou mais uma Reunião da Polícia Comunitária do município e jurisdição, que aconteceu na sede da PM local, onde foram discutidos diversos assuntos, entre eles, a Violência Sexual; Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes; Bullyng nas Escolas, entre outros temas. Além do major Zerlotti, também fizeram parte da mesa, o vereador Eugênio Correa Malvas, promotor de Justiça, Dr. Daniel do Nascimento Brito, delegado de Polícia Civil, Dr. Adilson Stiguivitis de Lima, vice-prefeito Geraldo Denadai, Pe Sílvio Luiz Danielski, representando a Igreja Matriz Nossa Senhora da Glória e Marly Ardáia Fagundes, secretária municipal da Semec e do Conselho Municipal Antidroga (Comad).

 

 

Na abertura da reunião foi apresentado vídeo versando sobre o bullyng nas escolas. O major Zerlotti falou sobre o assunto e a importância do papel da polícia comunitária junto à comunidade gloriadouradense e jurisdição afirmando, “nosso objetivo é estar presente no seio da comunidade, para que ela sinta-se protegida, este é um dos nossos objetivos principais, juntamente com as demais autoridades municipais constituídas”.

 

 

A secretária do Comad, professora Marly Fagundes detalhou a importância da polícia comunitária junto ao Comad e também na prevenção à violência entre adolescentes. “Objetivamos, de forma conjunta, polícia comunitária e Comad, a integração para a formalização de um trabalho dentro das escolhas, porque, ano passado essa parceria foi excelente e, fora das escolas, diversas bocas de fumo foram fechadas”. Fagundes colocou também em pauta a proposta de montar equipes para visitar as escolas, orientando professores e alunos através de palestras, com pessoas com amplo conhecimento do assunto.

 

 

O promotor de Justiça, Dr. Daniel do Nascimento argumentou sobre o bullyng, “este problema trata-se mais de um problema psicológico e social do que de polícia e judiciário. A importância do professor em constatar o bullyng em alunos e entrar em contato com os pais e orientá-los no sentido de procurar apoio junto aos membros do Conselho Tutelar e de psicólogos”, disse o promotor justificando ainda, “o Ministério Público não quer se omitir, mas esta é a minha opinião e, esta é a forma mais adequada de tratar o bullyng”.

 

 

O delegado da Delpol, Dr. Adílson Stiguivitis lembrou que em 2009 foi realizada uma palestra no auditório do Defap abordando variados temas dessa natureza. O promotor de Justiça, Dr. Daniel declarou, “nas palestras, dentro ou fora das escolas faz-se necessário à presença de psicólogos, porque esses profissionais são fundamentais nessas reuniões”. O major Zerlotti colocou em discussão sobre as palestras nas escolas e também fora delas, sendo aprovado por aclamação por todos os presentes na reunião. Zerlotti solicitou da secretária da Semec e do Comad, no sentido de discutir e elaborar a agenda das reuniões nas escolas.

 

 

O Major Zerlotti propôs aos presentes sobre a possibilidade de viabilizar uma psicóloga em Dourados, especializada no assunto, para ministrar palestras nas escolas. “Nosso objetivo é realizar uma reunião no próximo dia 16, com o intuito de viabilizar a presença de um grande número de pessoas da coletividade gloriadouradense”, disse o major. O diretor da E.E. H. Bergo Duarte, professor Raul salienta, “é necessário que se busquem, principalmente o público alvo, caso dos professores, diretores e alunos, e que possa ser ministrado um curso de capacitação para os professores e demais servidores da esfera educacional”, dimensionou Raul.

 

 

A psicóloga do Creas local, Isloany Dias e a assistente social Érica falaram sobre a capacitação que foi feita no ano passado, sobre a Violência Doméstica em Crianças e Adolescentes e também destacaram a importância de um profissional de outra cidade para dar mais peso e embasamento ao curso de capacitação. Elas apresentaram sintetizadamente, projeto sobre Violência Sexual, Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes que deve orientar e auxiliar crianças e adolescentes a fazerem denúncia sobre violências que possam vir a sofrer.

 

 

Finalizando, o presidente da reunião, major Zerlotti agradeceu as presenças da pedagoga, psicóloga e primeira-dama do município, Mariângela Vieira Barbosa Athas e de José Aparecido Soares, comandante do 3º Pelotão PM de Jateí e demais participantes.          

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado