Menu
SADER_FULL
sábado, 8 de maio de 2021
Busca
Brasil

Mais uma pesquisa confirma eleição de Delcídio e Moka para o Senado

29 Set 2010 - 13h33Por Fátima News com Assessoria
Mais uma pesquisa confirma que, se eleição fosse hoje, seriam eleitos para o Senado, Delcídio do Amaral (PT) e Waldemir Moka (PMDB). Depois de aparecer com 40% das intenções de voto na pesquisa Ipems, seis pontos à frente de Dagoberto Nogueira (PDT), Moka assume a liderança na pesquisa Ibrape/Correio do Estado, divulgada hoje.
 
Segundo a nova avaliação do Ibrape, Delcídio se elegeria com 66% das intenções de votos, seguido por Moka que tem 38%. A pesquisa é do Ibrape/Correio do Estado desenvolvida de 24 a 26 do corrente com 2.720 eleitores de 8 regiões do Estado e registrada no TRE, protocolo número 40739/2010.
 
A pesquisa mostra Dagoberto Nogueira (PDT) em terceiro lugar, com 37%, Murilo Zauith (DEM), com 34% e Jorge Batista com 1% de preferência do eleitorado. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos dentro de intervalo de confiança de 96%. Portanto, se as eleições fossem hoje, Delcídio e Moka seriam eleitos.
 
A arrancada de Moka como preferido para a segunda vaga ao Senado aparece também nas pesquisas do Ipems, encomendada pelo Campo Grande News e pela Rádio FM Capital, desenvolvida entre os dias 16 a 22 do corrente, onde o candidato aparecem com 40,20% das intenções de votos, enquanto seu principal adversário, Dagoberto Nogueira aparece com 34,13% das intenções de votos. A diferença é de 6,07%, percentual que está bem acima da margem de erro da pesquisa que é de 1,79% para mais ou para menos.
 
Esta, que foi a quarta rodada de pesquisa do IPEMS, foi registrada no TRE-MS, sob o protocolo Nº 40.179/2010 e foram entrevistados 3 mil eleitores de 4 mesorregiões (Pantanal, Centro norte de MS, Leste e Sudoeste de MS), 11 microrregiões (Baixo pantanal, Aquidauana, Alto Taquari, Campo Grande, Cassilândia, Paranaíba, Três Lagoas, Nova Andradina, Bodoquena, Dourados e Iguatemi) que abrangem os 79 municípios do Estado.
 
Com base nas pesquisas, Delcídio e Moka seguem firmes na preferência do eleitor sulmatogrossense nesta semana de eleição. Moka atribui esse crescimento de sua preferência ao Senado, aos seus 12 anos de mandado parlamentar na Câmara dos Deputados em Brasília, de onde tem ajudado Mato Grosso do Sul a se desenvolver em todas as áreas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo