Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Mais de 5.000 processos em pauta na Semana da Conciliação em MS

30 Nov 2009 - 09h52Por TJ / MS

Começa na próxima quinta-feira (3), a Semana da Conciliação, uma iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com objetivo de mobilizar operadores do Direito e sociedade para desenvolver a conscientização e a cultura conciliatória como um mecanismo eficiente para a efetiva prestação da tutela jurisdicional.

Em Mato Grosso do Sul foram agendadas 4.852 audiências em 1º grau e 302 em 2º grau – com a participação dos desembargadores Tânia Garcia de Freitas Borges (255), Sérgio Fernandes Martins (30) e Vladimir Abreu da Silva (17). Participam desse esforço concentrado juízes das 54 comarcas do Estado.

No Juizado Central, os juízes decidiram estender os trabalhos de conciliação. Assim, de 1º a 18 de dezembro (quando começa o recesso forense) nos períodos matutino, vespertino e noturno serão realizadas audiências de conciliação, com intuito de resolver os conflitos que afligem a população que busca a solução dos seus problemas na justiça.

Se considerados os números, a 1ª Vara do Juizado Especial está na dianteira com 248 audiências marcadas, seguida de perto pela 10ª Vara do Juizado Especial, cujo número é de 246 audiências – ambas as varas são de Campo Grande.

A Vara do Juizado Especial de Três Lagoas é a terceira melhor colocada, com 243 audiências. Em quarto lugar está a 3ª Vara do Juizado Especial da Capital, com 239 audiências e figura na 5ª colocação a 8ª Vara do Juizado Especial – Justiça Itinerante, com 232 audiências.

A Justiça Itinerante terá uma participação especial nas atividades da Semana da Conciliação, já que o ônibus da Itinerante atenderá na Praça Ary Coelho, nos dias 4 e 11 de dezembro. Para o atendimento, mais de 20 pessoas - entre servidores, conciliadores e demais profissionais e entidades envolvidas na realização das atividades – estarão no ônibus.

De acordo com o juiz da 8ª Vara do Juizado Especial – Itinerante, Cezar Miozzo, a população terá a oportunidade de tirar dúvidas, tentar firmar acordos na hora, enfim, buscar os serviços que são rotineiramente prestados pelas unidades da Itinerante.

As Comarcas de Nioaque, Sonora e Corumbá têm varas nas quais foram agendadas mais de 100 processos. Duas Varas de Família de Campo Grande surpreenderam pelo volume de processos destinados para a conciliação: a 1ª tem 150 audiências agendadas e a 4ª, 111.

Varas com menos de 10 audiências agendadas estão nas Comarcas de Camapuã, Bandeirantes, Rio Brilhante, Inocência, Cassilândia, Naviraí, Amambai, Nova Andradina e Miranda, além da 17ª Vara Cível Digital, na Capital.

Uma comissão está cuidando de todos os detalhes para que a cultura conciliatória seja disseminada amplamente em MS. Fazem parte da comissão que coordena a “Semana da Conciliação”, a Desa Tânia Garcia de Freitas Borges, como presidente; o Des. Vladimir Abreu da Silva, e os juízes Fernando Paes de Campos, Alexandre Correa Leite (juiz auxiliar da presidência) e Fábio Possik Salamene (juiz auxiliar da Corregedoria).

Leia Também

OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9