Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
sábado, 17 de abril de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Mais 5 bolivianos são presos com cocaína no estômago

13 Ago 2004 - 16h05
 

A Polícia Federal prendeu cinco bolivianos, sendo três mulheres e dois homens na noite de ontem no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Cada um teria ingerido cerca de 70 cápsulas de cocaína.

Os acusados seguiam destino Madri, capital da Espanha, e, conforme a PF, na manhã de quinta-feira a PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu  outros seis bolivianos também com drogas no estômago, no Posto de Terenos. Os presos estavam com passagens rodoviárias que fazia linha Campo Grande/ São Paulo, todas emitidas pela mesma agência.

Como um deles estava portando um visto para Madri, a PF ficou em alerta no aeroporto, momento em que efetuou a detenção do grupo que para a PF tem ligação com os demais já detidos. Eles foram encaminhados ao HR (Hospital Regional Rosa Pedrossian) e Santa Casa para que o entorpecente seja expelido. Posteriormente, serão levados à sede da Polícia Federal, onde serão autuados em flagrante por tráfico internacional de drogas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições