Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 26 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Lula defende Dunga e lembra fracassos de "seleções perfeitas"

31 Mai 2010 - 10h00Por Terra

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta segunda-feira a Seleção Brasileira convocada por Dunga para disputar a Copa do Mundo da África do Sul e desejou sorte à equipe. Apesar de admitir que nem todos os torcedores estão satisfeitos, Lula lembrou o fracasso de selecionados brasileiros que eram considerados perfeitos e o êxito de outros que eram contestados em Mundiais anteriores.

Lula aproveitou seu programa semanal de rádio para manifestar o desejo de que o Brasil conquiste o sexto título de Copa e disse que, como presidente do País que organizará o Mundial de 2014, assistirá à final da África do Sul sem se importar com as equipes que estarão em campo.

"Escutei alguns comentários. Há muita gente julgando a Seleção e é importante lembrar que não foram poucas as vezes em que o Brasil tinha uma Seleção considerada perfeita e não ganhou", afirmou no programa "Café da manhã com o presidente".

"Podemos citar dois momentos importantes: as Seleções Brasileiras que disputaram os Mundiais de 1982 e 1986, com Telê Santana, e fomos desclassificados. Não chegamos nem à final", lembrou o presidente.

"Mas depois, em 1994, ganhamos a Copa jogando um futebol não muito vistoso e que não estávamos acostumados a ver. O fato foi que trouxemos a Copa, que é o que interessa para os brasileiros", acrescentou.

Segundo Lula, de nada adianta ter uma Seleção que goleie a Espanha por 7 a 0 e depois perca por 2 a 1 na final, contra o Uruguai, como na Copa de 1950 no Brasil. No entanto, o presidente se equivocou no placar contra os espanhóis, que na verdade foi de 6 a 1 para os brasileiros no dia 13 de julho pelo Mundial daquele ano.

"Considero que Dunga convocou o melhor que temos no momento. Podemos compará-los com Pelé, com Garrincha, com outros e dizer: está faltando alguém. Mas acho que convocou a equipe em que tem confiança, uma equipe que não tem grandes individualidades, mas um trabalho em conjunto", disse.

O presidente disse que o grande problema é que, quando a Copa se aproxima, os 190 milhões de brasileiros têm a mania de se colocarem como técnicos e de querer escalar o time brasileiro.

"Sempre foi assim e minha tese é que a primeira coisa que temos que fazer é nos unir para apoiar a Seleção para que possa ser campeã mundial de novo. Caso não tenhamos a sorte de chegar à final, que possamos fazer o melhor, jogar o melhor futebol e dar o melhor que temos", disse.

Lula, que recebeu os jogadores do Brasil na quarta-feira passada, no Palácio do Planalto antes da viagem do grupo para a África do Sul, disse que os viu motivados, que Dunga demonstrou que tem o controle do elenco e que considera que eles podem fazer um papel extraordinário.

"Estarei na África do Sul no dia 11 (de julho, data da final da Copa). Farei uma visita no dia 9 e pretendo ficar para a final. Deus queira que o Brasil esteja na partida e qualquer outro time, mas eu terei de estar na final independentemente da presença ou não da Seleção, porque seremos o próximo país a organizar o Mundial", disse.

"Mas, de qualquer forma, estou com esperanças. Vou ver todos os jogos. Dedicarei um tempo para poder vê-los, dar força ao Brasil e esperar que possamos ganhar de novo. A única coisa que posso fazer é desejar aos jogadores toda a sorte do mundo e dizer que aqui há muito apoio", concluiu o petista.

O Brasil estreia na Copa no dia 15 de junho, contra a seleção da Coreia do Norte, às 15h30 (de Brasília). Ambos os países estão no Grupo G, ao lado de Portugal e Costa do Marfim, que se enfrentam no mesmo dia, às 11h.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência