Menu
SADER_FULL
sexta, 25 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
POLÍTICA

Londres brinca e admite querer presidência da Assembleia

20 Out 2010 - 13h00Por Mídia Max

Brincando, o deputado estadual Londres Machado, presidente regional do PR, admitiu hoje o desejo de voltar a ser presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, cargo que ele já ocupou sete vezes. O deputado, aliás, é recordista em eleições para o Parlamento Estadual. No pleito de 3 de outubro conquistou seu 11º mandato.

Na sessão plenária de hoje, Londres foi convidado pelo presidente da Assembleia, Jerson Domingos (PMDB), para assumir a primeira secretaria da Mesa Diretora nos trabalhos de hoje.

“Com muita honra convido o senhor para assumir a primeira secretaria”, convocou Jerson. “Eu quero sentar é aí”, disse Londres apontando para a cadeira de Jerson Domingos. “No momento oportuno o senhor vai se sentar”, respondeu o atual presidente.

Entre os deputados estaduais ninguém admite que a discussão sobre a presidência da Casa já tenha começado. Mas, os boatos sobre a possibilidade de Londres voltar a comandar o Legislativo circulam desde antes das eleições.

O retorno de Londres ao cargo seria parte de um acordo político com o governador André Puccinelli (PMDB). Por enquanto, os dois negam a existência de trato.

Durante entrevista coletiva, no dia seguinte à sua reeleição, Puccinelli disse que não existia acordo nenhum e que não iria interferir nas eleições para a nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa que devem acontecer em janeiro, após a posse dos eleitos no pleito de 3 de outubro.

“Não tem acordo com Jerson [Domingos], nem com Londres [Machado] nem com ninguém. Onde você interfere você se torna avalista. Não quero isso”, mencionou na ocasião.

Contudo, o partido do governador, o PMDB, que elegeu a maior bancada de parlamentares nas eleições quer continuar na presidência da Casa de Leis, segundo vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Maurício Picarelli (PMDB). “É praxe nesta Casa, a maior bancada indicar o presidente”, mencionou em entrevista no dia 6 de outubro.

Porém, se quiser garantir uma indicação sem disputa como mencionou Picarelli, o PMDB tem que convencer os demais partidos a compor uma chapa única, como ocorreu nos últimos anos. O acordo não é obrigatório. Outras bancadas podem registrar suas próprias chapas abrindo disputa pela Mesa Diretora.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso