Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Leishmaniose faz 4ª vítima em Três Lagoas

18 Ago 2004 - 15h53
Quatro pessoas morreram este ano, vítimas da leishimaniose, em Três Lagoas, município que fica a 326 quilômetros de Campo Grande. O último caso foi registrado neste final de semana.

A Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas, informou que somente em 2004, foram 23 casos da doença. De acordo com a gerente de Vigilância em Saúde, Gislene Tabox Saiar, um homem de 50 anos, que não foi identificado, foi a última vítima fatal da leishimaniose no município. “Há quatro anos trabalhamos no combate a leishimaniose. Realizamos combate químico, conscientização e ainda mutirão de limpeza e saúde. Infelizmente algumas pessoas insistem em manter vivo o animal que está doente. Esses animais devem ser entregues para o sacrifício, pois eles continuam transmitindo a doença”, explicou Gislene.

A leishimaniose é transmitida pelo mosquito flebótomo, que diferentemente da dengue, se prolifera em matéria orgânica em decomposição. Já o mosquito da dengue, se prolifera em locais com água limpa parada.

No mês de junho, o Centro de Controle de Zoonoses divulgou uma pesquisa sobre os hábitos do mosquito transmissor da leishimaniose. Em um ano de trabalho, os técnicos do centro de Controle de Zoonozes de Campo Grande conseguiram informações importantes sobre o mosquito flebótomo.

Souberam, por exemplo, que ele se prolifera inclusive no inverno e está presente em todas as regiões da cidade. Quando os terrenos estão limpos, fica mais difícil para o flebótomo chegar até os cães que atuam como hospedeiro do mosquito.

A população de cães na Capital é de 130 mil animais, até fevereiro, cinco mil cães com leishimaniose foram sacrificados, sendo que 70% dos cães, que chegam ao Centro, estão com leishmaniose.
 
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul