Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

Leia o artigo “Rio 2016”, por Pastor Luciano Gazola

5 Out 2009 - 11h05Por Pastor Luciano Gazola

O Rio de Janeiro vai sediar os jogos olímpicos de 2016. Copenhague a luxuosa e moderna capital dinamarquesa foi o palco do anuncio que por alguns instantes parou o Brasil, pelo menos o Rio de Janeiro, se bem que para o Rio de Janeiro parar basta um bom samba!  Assisti com expectativa o anuncio. O Rio venceu.  Nós podemos, disse o Presidente Lula plagiando Barack Obama. Mas será mesmo que podemos?

 

 

Confesso que o lado direito do meu cérebro se emocionou, puxa deixamos para trás nada mais nada menos do que Chicago a rica cidade americana, Madrid a menina dos olhas da Espanha, Tóquio a capital mundial da tecnologia e dos Japoneses, impressionante! Se fosse no futebol tudo bem, mas vencemos na preferência de um comitê inteiro com a expressiva vantagem de 66 votos a 34, os técnicos do COI pensam ou viram no Rio de Janeiro o potencial para que sejamos sede do maior evento esportivo mundial! Belo o discurso triunfalista de nosso presidente, triufalista, humilde, mas também politicamente correto por que ate ao Cristo Redentor ele agradeceu.  Não sou do tipo que falo mal de autoridade, os membros de minha igreja sabem disso, detesto ver pessoas menosprezando ou debochando das autoridades constituídas em nosso país. Recebo toda semana vários e-mails de gente debochando do presidente ou fazendo piadinhas, eu costumo deletá-los. Acho que temos mais o que fazer do que ficar repassando e-mails deste tipo, ao meu ver Lula tem ido longe, mas nem por isso posso deixar de interrogar, arrazoar sobre algumas coisas. Sabemos que o povo brasileiro tem no sangue a emoção, vivemos em uma nação capaz de produzir gente como o Guga que disse; as olimpíadas merecem o Rio de Janeiro e gente como Pelé que chamou Michael Jordam de Michael Jackson... O mesmo país que teve Airton Senna tem Nelsinho Piquet. Agora achar que podemos abrigar o maior evento esportivo do mundo é no mínimo preocupante. Já estive no Rio e para mim como quase todo restante do país é uma cidade de contrastes assustadores. Temos Copacabana, mas também temos o Morro do Alemão, a Favela da Rocinha. Temos o Flamengo, mas também temos o Fluminense (brincadeirinha).  Meu medo é que estejamos camuflando nossas incapacidades através de uma capacidade que temos, de vender o que não somos. O Rio tem um transito infernal, é disparada uma das cidades mais violentas do nosso país, não tem hotéis que chega, além de tudo tem os políticos, os de lá, os daqui e os de Brasília. Será que o dinheiro vai chegar? Ou onde ele vai chegar?  O Rio tem sim a alma do povo brasileiro, tem a ginga como disse o presidente, tem a cor, tem o sorriso, mas também tem um monte de outras coisas que o belo filme de Meireles não mostrou, nem podia!

 

 

Espero que seja bom. Já que será que seja bom, não vou torcer contra, pelo contrário espero que nosso povo saiba aplaudir, pedir licença, dar a vez e que o tal espírito olímpico somado á nossa ginga possa nos fazer bem.

 

Pastor Luciano Gazola, pastorgazola@hotmail.com

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai