Menu
SADER_FULL
terça, 22 de junho de 2021
Busca
Brasil

Leia o artigo “O Idioma Guarani”, por Bruno Peron Loureiro

21 Dez 2009 - 18h05Por Bruno Peron Loureiro

O IDIOMA GUARANI

 

 

Bruno Peron Loureiro

 

 

O inglês é o idioma que se adota convencionalmente e instrumentaliza a possibilidade de comunicação entre povos distintos em qualquer rincão do mundo. Sua hegemonia também se expressa na informática, cuja linguagem é majoritariamente inglesa. O chinês e o japonês são dois idiomas em ascensão. Noutros tempos, o alemão e o francês eram a primeira escolha no Brasil depois da obrigatoriedade do português. Hoje o espanhol ganha espaço. Nenhum destes idiomas, porém, é genuinamente americano.

 

 

A língua é um instrumento de expressão, poder e resistência. Através dela e sobretudo nos países da América Latina, chegaram-nos ameaças, idéias, religiões, valores e a busca insaciável de comércio. Héctor Lacognata, um parlamentar paraguaio, propôs que o guarani se convertesse numa das línguas oficiais e de trabalho do Mercado Comum do Sul (MERCOSUL), cujo projeto de integração a maioria dos cidadãos pertencentes ao bloco ainda não sabe o que é nem para que serve.

 

 

O ponto de partida de meu argumento é que o guarani é falado por pouco mais de dez milhões de pessoas de regiões do Paraguai, Argentina, Bolívia e Brasil. O guarani e o espanhol são as duas línguas oficiais do Paraguai, enquanto a primeira o é desde 1992. O guarani é falado por mais de 90% dos paraguaios, 27% deles só falam este idioma, e é oficial também na província argentina de Corrientes. Em algumas regiões paraguaias, o guarani é mais relevante que o espanhol.

 

 

Além de rebater as críticas que se fazem às assimetrias do MERCOSUL ou à pequenez do Paraguai diante da gigantez econômica do Brasil, a oficialização do guarani no bloco atenderia a parte das reivindicações indígenas da dívida histórica que se tem com estes povos. O guarani é um idioma de origem ameríndia e considerado o primeiro da categoria a conquistar a posição de oficial na América. Em caso de não ter este reconhecimento, é maior o risco de extinção de um idioma.

 

 

Por ser uma língua de existência prévia à vinda de Colombo à América e em respeito às raízes indígenas como uma das vertentes de nossa formação, reconheceu-se finalmente o guarani como um dos idiomas oficiais do MERCOSUL. Este avanço teve lugar na 37ª cúpula de presidentes do bloco em Assunção, Paraguai, nos dias 23 e 24 de julho de 2009. Vitória não só dos indígenas da região, mas também daqueles que lutam pela preservação das nossas identidades.

 

 

É preferível aprender um idioma nosso, que fosse autenticamente latino-americano, a intercambiar expressões e idéias com roupagem alheia. A União Européia contém dezenas de idiomas oficiais até de regiões cuja população não passa de um milhão de habitantes. Por que aqui não se dá a atenção devida ao guarani, já que os outros idiomas nativos foram caducando? A América Latina tem a oportunidade de dar exemplos ao mundo.

 

 

Esta atenção concedida ao idioma guarani não significa um incentivo ao abandono gradual do português e do espanhol nos países do MERCOSUL senão uma maneira de dar voz a uma de nossas raízes, que é a indígena, e valorizar o que é daqui sem qualquer sentimento de atraso e culpa. Os países ditos “desenvolvidos”, ao contrário do que lega a história, terão que aprender o guarani e respeitar o espaço cultural latino-americano.

 

 

Bruno Peron Loureiro é mestre em Estudos Latino-americanos .

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai