Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 24 de janeiro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Leia o artigo “Não deixe as bombas afugentar”, por Silva Junior

27 Abr 2011 - 13h18Por Silva Junior

Não deixe as bombas afugentar...

Silva Junior

Por isso devemos prestar mais atenção nas verdades que temos ouvido, para não nos desviarmos delas– Hebreus 2:1

Parabenizo os torcedores que estão dando um verdadeiro show nas arquibancadas liberadas do Estádio Frédis Saldivar, o Douradão, nas noites de sábados, quando dos compromissos do Sete de Setembro, na Série A, do Campeonato Sul-mato-grossense de Futebol. É bonito ver tanta gente reunida. No entanto, me causa repulsa ao observar crianças com os olhos estatalados, grudadas nos pais trêmulos e em pânico por conta dos estrondos de bombas que são lançadas no fosso e quando explodem deixam os tímpanos em situação polvorosa. Nos jogos que estive no Douradão contra o Itaporã, Navirai e o Ponta Porã, o fato se repetiu. Não deixe as bombas afugentar gente daqui ou de fora da praça esportiva. Não que seja contra a manifestação dos torcedores, principalmente das organizadas, mas nem todos apóiam esse tipo de procedimento. Eu mesmo abomino. Sou totalmente contra qualquer tipo de rojão, traque, bomba, ou coisa parecida, seja lá o que for. Porém, particularmente não me incomodo. Só que seria de bom grado se todos pudessem ir para as arquibancadas munidos unicamente de armas como gritos, palmas, assovios e outras, que não trouxessem ou causassem algum tipo de instabilidade na massa. O povo é ordeiro e tenho certeza que algo plausível neste quesito não irá se repetir nesta, bem como nas próximas rodadas. Não perder o foco do bom momento vivido pelo Sete ao longo do torneio, aliás, pela primeira vez no topo da tabela, algo até bem pouco tempo inimaginável. Na vida, em quaisquer circunstâncias, é necessário agir com cautela, prudência e acima de tudo persistência. Levar torcedor ao campo de jogo não algo fácil como muitos imaginam. Afinar um elenco para produzir alegrias é muito difícil. Então fazer esta observação no sentido de melhorar a qualidade do espetáculo, não é pedir nada de extraordinário e certamente muita gente vai agradecer. Esporte assim como política não pode ter outro comportamento a não ser ciscar para dentro, ou seja, quanto mais, melhor. E o momento apresenta-se propício para fisgar os futuros torcedores, pois o número de crianças e adolescentes na principal praça esportiva do segundo município do Estado tem sido impressionante, além da massa feminina, outro aspecto altamente positivo em se tratando de quantitativo.  Então nada de bomba. Nada de utilizar subterfúgios para afugentar o torcedor. Numa partida de futebol, o que se espera é a qualidade nas jogadas produzidas pelos vinte e dois jogadores em campo. Até porque, praticar futebol é uma arte, o profissional que executa e vive dessa tarefa tem que se sentir um artista. Da mesma forma espera-se o mesmo comportamento nas arquibancadas.  Se for possível, desde esta próxima rodada, esta prática seja banida definitivamente em Dourados.  A esperança é de que haja amadurecimento de parte dos espectadores antes de alguém dizer que foi vitima e o estádio seja novamente interditado. Depois de tanto esforço empreendido pelas nossas autoridades, não se pode nem em sonho cerrar novamente os portões de um dos principais cartões postais da Cidade Modelo. O momento requer olhar sempre para frente, abrindo definitivamente as torneiras desse gigante para abrigar grandes espetáculos. E olha que o calendário para o ano em curso é farto. Além do Estadual Série A, tem uma promoção marcante no próximo dia dezenove, quando o master do Flamengo com Zico e Cia pisa no gramado solido do Douradão, e mais: América e Flamengo em junho pelo brasileirão é mais uma aposta do governo municipal.    

Jornalista    

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro