Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 12 de junho de 2021
Busca
Brasil

Leia o artigo “Esporte e Cultura já!”, por Silva Junior

19 Fev 2010 - 18h00Por Silva Junior

“Esporte e Cultura já!”,

*Silva Junior

 

 

Com entusiasmo e alegria estarei alcançando quarenta e cinco anos de idade em maio do ano em curso. Confesso minha gratidão a Deus pelas muitas conquistas e também apreensões, dores, sofrimentos, fatores naturais na rotina humana ao longo desta trajetória.

 

No entanto, me sinto um privilegiado por alcançar quatro décadas e meia de vida, vivendo a grande maioria nesta cidade extraordinária e acolhedora chamada Dourados. Neste rico pedaço de chão tudo que se planta, colhe com abundância.

 

As oportunidades oferecidas não deixam margens a dúvidas, basta observar quantos talentos foram descobertos em todas as áreas: saúde, política, esporte, empresarial, intelectual, eclesiástica, jurídica, entre outras. Gente vinda de várias partes aporta aqui diariamente vislumbrando novos horizontes e aquelas de bom entendimento conseguem sobressair com galhardia.

 

Porém, entretanto, todavia, muitos ainda não percebem e apresentam certo grau de dificuldade para enxergar a grandiosidade engendrada num convívio social decente, próspero e com qualidade de vida.

 

Essa reflexão me veio à baila depois de participar de uma reunião realizada na Prefeitura de Dourados envolvendo prefeito, vereadores, secretários e imprensa, na tentativa de se buscar mecanismos para tirar o Estádio Douradão do ostracismo em que vive. 

 

O gigante agoniza, pede socorro, e a cada mandato político decisões a passos de tartaruga mostram sua faceta com o bastão da incompetência sendo passado para frente, sobrepondo os obstáculos ao invés de unir forçar para removê-los.

 

Essa inércia não é benéfica para ninguém. Não representa absolutamente nada. Seria de bom grado, se ao invés de rusgas e jogo de empurra, houvesse efetivamente empenho plural em torno de soluções reais para esse gargalo inoperante que ofusca o poderio do segundo mais habitado município sul-mato-grossense.

 

Nas últimas administrações, José Elias Moreira, passando por Luiz Antonio Álvares Gonçalves, Braz Melo (duas vezes), Humberto Teixeira, Laerte Tetila (duas vezes) e Ari Artuzi, duas importantes pastas não tiveram e não tem o respeito que lhes são merecidas: esporte e cultura.

 

Pessoal, é necessário planejamento com no mínimo dez anos de existência e com recurso mensal da arrecadação para colocar essas duas casas em ordem. Jeito tem, basta vontade, iniciativa e todos nós e a Grande Dourados vamos poder dizer, amém.       Discutir de quem é a culpa é manter o mesmo trilho paupérrimo que não leva a lugar nenhum.   

 

 

*Jornalista/Radialista

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta