Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Leia o artigo “Dia 29 de Agosto de 1980”, José Tibiriçá

27 Ago 2010 - 14h52Por José Tibiriçá

DIA 29 DE AGOSTO DE 1980

 

 

No próximo dia 29 de agosto de 2010 completa-se 30 anos de formatura da primeira turma da Faculdade de Direito da Grande Dourados com 75 (setenta e cinco) formandos e formandas, conforme relação que consta do convite. É claro que na relação, alguns foram inclusos, mas não terminaram o curso naquele ano. A relação dos nomes também consta da lápide que se encontra do lado esquerdo, na entrada principal da UNIGRAN.

 

 

A primeira turma compunha-se na sua maioria de universitários que moravam em Dourados, de municípios da região, os quais vinham em carros particulares, enfrentando estradas ruins sem asfalto, cujo curso era no período noturno.

 

 

Dessa primeira turma, muitos tornaram-se juízes, defensores públicos, promotores e até desembargador. Não vou relacionar os nomes deles, pois posso me esquecer de alguns e do rol de formandos, muitos atuam em outros estados, outros já faleceram e parte dela atua na Comarca de Dourados.

 

 

Nossa turma teve muita dificuldade, pois os pioneiros são aqueles que abrem caminhos para os outros, mas tínhamos bons professores, dentre eles: Aleixo Paraguassu Neto, André Fernandes Antonio Umberto César, Arquimedes de Souza Menezes, Benedito Campos Pompeu, Dagma Paulino dos Reis Ballaniuc,  Fausi Faker, Frederico Farias de Miranda, João Adolfo Astolfi, José Augusto de Souza, José Marques Luiz, Lauro Joppert Swensson, Maria Helena Pires Boschilia, Maria Regina Streicher França, Ney Rodrigues de Almeida, Rêmulo Letteriello, Sebastião Andrade Filho, Simon Rodrigues Zambrana, Waldir Pelicano e Wolney de Oliveira, alguns já também faleceram.

 

 

Na área administrativa eram estes os funcionários: Cleusa Divina Cabral Borges, Décio Melo da Conceição, Maria Júlia Ferreira, Maria Rosane Garcia, Mariza Fortuna Kalil de Faria, Izaira Alves da Silva, Regina Fátima Garcia de Lima e Rosa Maria D´Amato de Déa, hoje reitora.

 

 

Nem todos os relacionados foram meus professores, pois iniciei o curso em Campo Grande em 1976, na UCDB, mas foram as pessoas que deram sua contribuição no ensinamento dos primeiros bacharéis da Unigran. A comissão da formatura foi composta por Ymera Senatore Fedrizzi, Laudelino Balbuena Medeiros, Cleide Medeiros de Oliveira e Rubens Francisco Carneiro. Nosso orador foi o colega Luiz Carlos Fernandes de Matos Filho e quem fez o juramento em nome da turma, Íris Winter de Miguel, nestas palavras latinas: “Ego promitto me, semper principiis honestitatis inhaerentem, mei gradus muneribus  perfuncturum atque operam mean in jure patrocinando, justitia exeqüenda et bonis moribus praecipiendis, nunquam causae humanitatis defuturum”.

 

 

Nossa colação de grau teve como palco o Cine Teatro Ouro Verde, local onde hoje funciona a Loja Macropec, na Avenida Marcelino Pires, pois na época era o único local central, com o espaço maior, onde todos os eventos ali aconteciam. Foi o acontecimento do ano, muito importante, afinal era a primeira turma de bacharéis em Direito de Dourados, sendo a segunda Faculdade de Direito do Estado de Mato Grosso do Sul, sendo a primeira  do Dom Bosco, em Campo Grande.

 

 

Na época a SOCIGRAN, como era chamada, tinha como diretores, Dr Boris Grimberg e o Eng. Murilo Zuith, hoje candidato a Senador. Graças ao empreendimento desses dois homens, pudemos concluir aqui o curso de Direito e muitos profissionais do direito anualmente ali se formam. Hoje é uma universidade com uma diversidade de cursos, respeitada no Brasil e no exterior. Para se chegar lá, não tinha ônibus circulares, inicialmente, somente de carro, quando chovia, o carro ficava  muitas vezes atolado no meio do colonião e tínhamos que retornar a pé para pedir socorro. Hoje o acesso é privilegiado, ninguém pode reclamar, dá para se chegar até a pé, pois está dentro da cidade.

 

 

É claro que além do Direito, existia o de Administração, não eram baratos, mas a vontade de vencer superou todos os problemas, quem não tinha dinheiro se socorria do crédito educativo que existia, hoje tem pro Uni, bolsa universitária e tantas vantagens, só basta ter vontade de estudar.

 

 

Nós fomos assim os pioneiros em ciências jurídicas em Dourados e no meu caso já tinha sido também em 1971 com uma gama de professores no Curso de Letras com Inglês no CEUD.

 

 

O importante é que tivemos sucesso e a partir daí, outras turmas se formaram e cada ano centenas de bacharéis são egressos da UNIGRAN e têm condições de competir em igualdade  no mercado de trabalho.

 

 

Dourados-MS, de 27 de agosto de 2010.

 

 

José Tibiriçá Martins Ferreira, advogado inscrito na OAB-MS sob o número 2685.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso
Na Pandemia, filas são imensas na CEF de Fátima do Sul-MS AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera hoje saques do auxílio emergencial para mais 3,6 milhões