Menu
SADER_FULL
terça, 28 de setembro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Lei sugere métodos naturais para combate à dengue

13 Fev 2010 - 08h58Por Dourados Agora
O vereador Sidlei Alves (DEM), presidente da Câmara Municipal de Dourados, apresentou ontem, durante sessão ordinária da Casa de Leis, um projeto que serve como auxiliar do poder público no combate ao mosquito transmissor da dengue. O projeto, que será colocado em votação nas próximas sessões, dispõe sobre a utilização de métodos naturais de combate à dengue e dá outras providências. “Em seu artigo 1º, o projeto estabelece que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Dourados passará a distribuir, concomitantemente às ações de visitas e mutirões de combate a dengue, sob orientação da Secretaria Municipal de Saúde, mudas e sementes de crotalária, uma árvore que atua no combate as larvas do mosquito Aedes aegypti”, explica o presidente da Câmara.

O parágrafo único do projeto de lei estabelece que os recursos para aquisição das sementes serão realocados dentro do orçamento destinado à Secretaria Municipal de Saúde. “Já no artigo 2º, fica definido que a prefeitura promoverá campanhas de conscientização sobre a utilização e a eficácia das referidas sementes, para impedir que as distribuição tenha uso indevido e, com isso, zelar pelo bom emprego do dinheiro público”, salienta Sidlei Alves.

Na justificativa do projeto, o vereador enfatiza que é público e notório o problema que a proliferação da dengue, através de seu transmissor Aedes aegypti, tem causado em Dourados, portanto nada mais sensato que a Câmara Municipal, através dos seus integrantes, busque soluções para a infestação. “O poder público tem somado esforços às entidades privadas e clubes de serviço, porém, infelizmente, não tem sido suficiente para livrar Dourados da epidemia”, ressalta.

Sidlei Alves enfatiza que experiências em cidades como Monte Aprazível, no interior de São Paulo, e Formiga, em Minas Gerais, dão conta de que a utilização das plantas crotalária e citronela alcançam satisfatórios resultados, tendo em vista que a crotalária atrai a libélula, que põe seus ovos em água parada e limpa, da mesma maneira que o Aedes aegypti. “Os ovos nascem, viram larvas e essas larvas se alimentam de outras larvas, inclusive do mosquito transmissor da dengue. Além disso, a libélula adulta se alimenta de pequenos insetos e o aedes aegypti faz parte do seu cardápio, o que diminui a manifestação”, explica o vereador.

O presidente da Câmara enfatiza ainda que a citronela, por sua vez, tem ação repelente, em vista do odor característico que sua planta exala. A essência de citronela-cymbopogom nardus, mata larvas e pupas em 3 horas. “O plantio dessas sementes não dará resultado imediato, porém a partir do próximo verão já contribuirá decisivamente para o combate a essa doença que tem vitimado muito dos cidadãos de Dourados”, explica Sidlei Alves. “Por tudo isso, entendo que os vereadores não verão qualquer problema em aprovar esta lei, bem como o prefeito Ari Artuzi não verá objeção em sancionar a proposta que vai beneficiar diretamente a população de Dourados”, conclui.

 A preocupação com a dengue tem sido constante no dia a dia do presidente da Câmara. Na semana passada, por exemplo, Sidlei Alves sugeriu que a Prefeitura mobilize as Secretarias Municipais de Saúde, Obras, Planejamento e de Infraestrutura para um grande mutirão de combate a dengue nos bairros e, também, nos distritos da cidade. Ele lembrou que epidemia deve ser contida com ações práticas dos órgãos públicos em conjunto a população, que acaba sendo a maior prejudicada pela doença que pode, inclusive, provocar a morte caso o socorro não seja feito de forma rápida.

Em pronunciamento, Sidlei Alves chamou a atenção das autoridades políticas para acabar definitivamente com os criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, e que se prolifera em virtude dos pontos de água limpa que se formam na temporada de chuva. “As equipes devem ser enviadas imediatamente para as ruas, pois o surto só será solucionado quando as ações forem praticadas e os recipientes, como garrafas, pneus, plásticos e outros resíduos sólidos que acumulam água forem retirados das casas, das praças, das ruas, dos terrenos baldios’, enfatizou Sidlei Alves.

Leia Também

PICTURE SEO E SEUS BENEFÍCIOS
Os benefícios de SEO para comércio eletrônico
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe entra na sala de casa e flagra filha de 13 anos fazendo sexo oral no padrasto bombeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
O chamado de Abraão
CARRO DESGOVERNADO
Aluno de 13 anos é atropelado e prensado contra muro de colégio por carro desgovernado
SOB INVESTIGAÇÃO
Amigos saem para pescar e encontram cadáver boiando em rio
DESASTRE AÉREO
Diretor da UPA que sofreu acidente aéreo no Pantanal morre em hospital
COVID-19
Covid-19: Brasil tem 15,7 mil novos casos e 537 mortes em 24 horas
+ AUMENTO
Gasolina sobe pela 8ª semana seguida nos postos, aponta ANP
PAN AMERICANO JUNIOR
Atleta de MS carregará as cores do Brasil no vôlei de praia nos Jogos Pan-Americanos Júnior
LIÇÕES DA BÍBLIA
Prefácio de Deuteronômio