Menu
SADER_FULL
domingo, 11 de abril de 2021
Busca
Brasil

Largada do GP Brasil será um hora mais cedo

5 Out 2004 - 13h17
A pouco menos de 20 dias do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, o horário da largada foi alterado. A prova tinha início previsto para 15h (de Brasília), mas foi antecipado em uma hora.

A mudança foi realizada após a confirmação do adiamento do horário de verão de outubro para novembro. Assim, a antecipação no horário brasileiro mantém a programação para os europeus.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) temia problemas nas urnas eletrônicas, ajustadas para o horário normal, e pediu o adiamento do horário de verão.

O governo brasileiro confirmou nesta segunda-feira a mudança através de um Decreto Oficial assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O horário de verão começa no dia 2 de novembro e termina no dia 20 de fevereiro de 2005.

Apesar se ser a última etapa do Mundial 2004, o Grande Prêmio do Brasil vai apenas cumprir tabela. O alemão Michael Schumacher já garantiu o título do Mundial de Pilotos por antecipação, enquanto o brasileiro Rubens Barrichello já tem o vice assegurado.

Os dois pilotos garantiram também a taça do Mundial de Construtores à Ferrari por antecipação.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo
CRISE NA PANDEMIA
Número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou em seis meses, diz FGV