Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 30 de novembro de 2021
Busca
Brasil

Ladrões são presos após amarrarem, esfaquearem vigia de empresa

27 Jan 2010 - 16h49Por Mídia Max / Paulo Xavier

Dois homens foram apresentados hoje pela polícia após terem amarrado, esfaqueado e roubado o vigia da Empresa Engesul, na Vila Carvalho, no dia 31 de dezembro do ano passado.

Na passagem do ano, o vigia Cícero Daniel de Lima estava trabalhando na empresa Engesul, quando foi visitado por um conhecido de nome Airton José Ramos de Morais, de 49 anos, que estava acompanhado de outro amigo de nome Davi Vicente da Silva, de 31 anos, que, para não ser reconhecido utilizou o nome falso “Edemir”.

De acordo com Airton, ele visitou o vigia para cobrar dele um cheque de R$ 400 que, segundo ele, Cícero estava demorando para pagar. Os homens acabaram discutindo e Airton e Davi dominaram a vítima, amarraram-na e o levaram até o banheiro da empresa, onde deram duas facadas e o deixaram sangrando amarrado pelo pescoço na válvula de registro.

Além de tentarem matar Cícero, os dois homens ainda roubaram os cartões de crédito e as senhas bancárias da vítima. De posse das informações, os ladrões sacaram R$ 1.700, sendo que um dos saques foi realizado na cidade Aquidauana.

Leia Também

PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid -19 casos sobem para 22,043 milhões e mortes, para 613,3 mil
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Menina de 11 anos conta para avô que é estuprada pelo padrasto
CRUELDADE
Justiça nega exame de insanidade a mulher que esquartejou filho