Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 17 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Karatecas de MS conquistam medalhas de ouro e bronze

6 Set 2004 - 16h34
Atletas de Mato Grosso do Sul conquistaram no final de semana medalhas no Campeonato Panamericano de Karatê, realizado em Santiago, no Chile. Os cinco atletas do Estado integram a Seleção Brasileira de Karatê.

A atleta Thayla Venâncio, do Clube União dos Sargentos, beneficiada pelo projeto Jovem Talento, do Governo do Estado através do Fundo de Investimento Esportivo e também pela Funcesp, levou ouro na participação por equipe. Já Rafael Medeiros, da Escola Área Viva, ficou com medalha de bronze, e Luciano Pinto, da Academia Muryokan, que conquistou o terceiro lugar na competição individual.

A atleta Bianca Mendes, também da Muryokan, ficou em quarto lugar na competição. A atleta Ana Cristina Moura, do Clube União dos Sargentos, que também é beneficiada pelo programa jovem talento, teve um bom desempenho na competição, mas não conseguiu, ficar entre os primeiros.

Thayla e Luciano competiram por equipe e na modalidade júnior, individual. Os demais, na modalidade juvenil.
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições