Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 6 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Justiça ouve hoje índios agredidos no caso Marcos Veron

22 Fev 2011 - 05h44Por Folha

Sete índios agredidos durante ataque que resultou na morte do cacique guarani-kaiowá Marcos Veron serão ouvidos como testemunhas hoje pela Justiça Federal de São Paulo.

O julgamento do assassinato ocorrido em 2003 começou nesta segunda-feira. O primeiro ato foi a leitura das peças do processo e o sorteio dos sete jurados. O Tribunal de Júri deve durar de 8 a 15 dias.

Em maio de 2010, o júri popular foi suspenso depois que o procurador Vladimir Aras abandonou a sessão. O Ministério Público Federal pretendia que os indígenas depusessem em sua própria língua: o guarani.

Na ocasião do crime, quatro homens armados ameaçaram, espancaram e atiraram nos líderes indígenas, incluindo Veron, que na época tinha 72 anos. Ele foi levado para o hospital com traumatismo craniano, mas não resistiu aos ferimentos.

Estevão Romero, Carlos Roberto dos Santos e Jorge Cristaldo Insabralde respondem por tentativa de homicídio qualificado, por seis vezes, e Carlos Roberto dos Santos, por homicídio consumado (motivo torpe e meio cruel).

Os acusados seriam funcionários da fazenda Brasília do Sul, em Juti (MS) --terra reivindicada pelos guarani-kaiowás.

Eles respondem também por crime de tortura, sequestro e formação de quadrilha. Foragido, o acusado Nivaldo Alves Oliveira teve seu processo desmembrado e suspenso.

O Tribunal de Júri foi transferido de Dourados (MS) para São Paulo por decisão do TRF (Tribunal Regional Federal) da 3ª Região em 2009. A Justiça entendeu que havia suspeita sobre a imparcialidade dos jurados da região.

O crime teve grande repercussão na época. Ao todo, o Ministério Público Federal denunciou 28 pessoas por envolvimento no crime.

Os crimes relacionados aos indígenas são julgados pela Justiça Federal e não pela Justiça Estadual como nos outros casos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento