Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 4 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Justiça nega liberdade a ex-jogador do Flamengo

13 Abr 2011 - 17h32Por Dourados News

A Justiça mineira negou o pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes. Ele está preso há nove meses sob suspeita de envolvimento no sequestro e assassinato de sua ex-amante, a modelo Eliza Samudio.

Atualmente, o atleta cumpre prisão preventiva no presídio Nelson Hungria, na região metropolitana de Belo Horizonte.

A decisão de não conceder liberdade a Bruno foi tomada de forma unânime por três desembargadores da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

A defesa do goleiro alegava que ele é réu primário, tem contrato com o Flamengo e residência fixa.

O relator do recurso, desembargador Doorgal Andrada, porém, disse que a prisão é necessária. "Há provas de que o delito foi praticado e indícios suficientes de autoria, tornando-se necessária a manutenção da prisão cautelar como forma de resguardar a ordem pública e a conveniência da instrução criminal", votou ele, de acordo com a assessoria de comunicação do tribunal.

Segundo Andrada, é necessário levar em conta a popularidade do acusado e o apelo popular, inclusive com demonstrações de ódio. Para o desembargador, o goleiro correria risco de morte se fosse solto. A medida, para ele, visa "acautelar o meio social e a própria credibilidade da Justiça".

O desembargador afirmou ainda que a soltura de Bruno poderia prejudicar o processo, pois o goleiro, "pessoa de comprovada liderança, elevado poder financeiro e grande capacidade de articulação, poderá empreender esforços para impedir que a verdade dos fatos seja esclarecida", disse ele, em seu voto.

Andrada conclui dizendo que há fortes indícios de que o suposto crime foi cometido porque o goleiro, "apesar de seu alto poder aquisitivo", não queria pagar pensão alimentícia para o filho que Eliza afirmava ser dele.

Se o pedido tivesse sido aceito, Bruno provavelmente não ficaria em liberdade, porque foi condenado pela Justiça do Rio de Janeiro pelo sequestro de Eliza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário
BOA NOTICIA
Governo zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha
RIGOR DA LEI
Cidade vai multar em até R$ 60 mil quem descumprir decreto de combate ao Covid-19