Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 17 de maio de 2021
Busca
Brasil

Justiça Militar ordena prisão de 16 PMs no Rio

10 Set 2004 - 07h17
O juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, da Auditoria Militar, ordenou ontem a prisão preventiva de 16 policiais militares acusados de seqüestrar e matar, em junho, o comerciante Mário Jorge Ferreira Soares, no Rio de Janeiro.

De acordo com o jornal O Globo, eles foram denunciados pelo Ministério Público por roubo e extorsão mediante seqüestro. O homicídio será julgado pelo Tribunal do Júri, por não ser crime militar. Já chega a 23 o número de PMs cuja prisão foi decretada pela Auditoria Militar só neste mês.

Os PMs teriam planejado o seqüestro para extorquir da família da vítima R$ 45 mil e, mais tarde, R$ 100 mil. Eles abordaram o comerciante na saída de um shopping, utilizando fardas e "veículos caracterizados da PM", segundo a denúncia à Auditoria.

Segundo o jornal, a meta da Auditoria Militar é fazer oito julgamentos em setembro. De 1º de julho de 2002 a 30 de junho de 2003, 438 processos foram distribuídos na auditoria, com 36 mandados de prisão expedidos. De 1 de julho do ano passado a 30 de junho deste ano, já são 964 processos, com 52 mandados de prisão.

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NO HARAS
Vaqueiro morre ao ser arrastado por boi durante vaquejada, em Paranatama; veja vídeo
Foto: Divulgação/Instagram LUTO NA MÚSICA
MC Kevin morre aos 23 anos no Rio de Janeiro
SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho