Menu
SADER_FULL
sábado, 12 de junho de 2021
Busca
Brasil

Justiça marca para março de 2010 julgamento de casal Nardoni

16 Dez 2009 - 08h13Por Folha Online

 

O juiz Maurício Fossen, do 2º Tribunal do Júri do Fórum de Santana, marcou para o dia 22 de março de 2010, às 13h, o julgamento do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, acusados de matar a filha dele, Isabella Nardoni, 5. A informação foi divulgada no início da noite desta terça-feira pelo TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo.

A menina Isabella morreu no dia 29 de março de 2008, quando caiu do sexto andar do prédio onde moravam seu pai e sua madrasta, na zona norte de São Paulo. O casal --que nega a autoria do crime-- foi preso em maio daquele ano e permanece na prisão desde então.

Os desembargadores da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiram que o casal será levado a júri popular. A defesa dos acusados, porém, tenta impedir o julgamento e já entrou com uma série de recursos na Justiça.

Desde que o casal foi denunciado, a defesa de Nardoni e Jatobá vem sofrendo sucessivas derrotas nos recursos apresentados à Justiça. Desde maio do ano passado, ao menos dez decisões da Justiça paulista, do STJ (Superior Tribunal de Justiça) ou do STF (Supremo Tribunal Federal) mantiveram o casal preso.

Os advogados pedem a revogação da prisão preventiva e anulação do recebimento da denúncia (acusação formal), sob o argumento de que não há prova da materialidade do crime, já que as marcas de esganadura apontadas pela perícia não existiam.

A Folha Online ainda não conseguiu localizar a defesa do casal para comentar o agendamento da data do julgamento.

DNA

A defesa também contesta que o material genético armazenado no IC (Instituto de Criminalística) seja de Nardoni e Jatobá, e solicitou à Justiça um exame de DNA para comprovar a tese de que o sangue utilizado pela perícia para confrontar o encontrado em peças de roupa no apartamento onde o crime ocorreu não é do casal.

Na semana passada, o exame feito a partir de uma nova amostra de material genético do casal comprovou que o sangue pertencia, de fato, aos dois.

Na decisão divulgada hoje, o juiz Fossen, "a fim de evitar eventual alegação futura de nulidade", determinou que a defesa do casal Nardoni seja notificada sobre a conclusão do novo exame de DNA. Entretanto, os advogados já protocolaram um novo pedido de exame de DNA.

O juiz também determinou que o IML (Instituto Médico Legal) marque uma data para que a defesa do casal tenha acesso às radiografias da menina Isabella, pedido feito durante o processo.

Defesa e acusação

Neste ano, os advogados do casal levantaram a hipótese de que a morte dela pode ter sido um acidente doméstico. Em entrevista ao programa "Fantástico", da TV Globo, o advogado Roberto Podval afirmou que Isabella pode ter se assustado ao acordar, cortado a rede de proteção da janela e caído.

"Um acidente é possível. Eu entrei nesse caso, estudei o caso e, honestamente, eu estou convencido da inocência do casal", disse o advogado.

No caso do edifício London, onde Isabella morreu, as câmeras de segurança não gravavam as imagens, o que teria começado a ser feito após a tragédia.

Para o Ministério Público de São Paulo, porém, não há dúvidas de que o casal foi responsável pela morte da menina. Em entrevista à Folha Online no início do ano, o promotor Francisco Cembranelli disse acreditar que o casal seja condenado.

"Acredito que sim [devem ser condenados], por unanimidade até. É a ideia que eu tenho de que esse acervo probatório vai ser muito bem compreendido pelo júri, possibilitando aí sim uma condenação", afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta