Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Justiça manda Oi pagar R$ 500 a cada cliente mal atendido

31 Mai 2011 - 07h43Por Campo Grande News

Consumidores insatisfeitos com o atendimento do SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) da empresa de telefonia Oi podem receber R$ 500 reais. O valor corresponde a multa empregada pelo MPE (Ministério Público Estadual) a Oi devido ao mau funcionamento do Serviço.

O MPE e o Procon estão orientando os consumidores que estiverem insatisfeitos a procurar pelo que é garantido através da liminar proferida na ação coletiva de consumo proposta pela 43ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor contra a empresa de telefonia.

Os principais problemas enfrentados pelos consumidores e constatados no inquérito do Ministério Público é em relação ao tempo máximo de espera na linha, cliente transferido para outro atendente quando quer cancelar o serviço e quanto ao acesso e envio do conteúdo do histórico das demandas do consumidor.

O Procon já está realizando uma estratégia de atendimento visando encaminhar ao juízo os requerimentos dos consumidores lesados pelo atendimento. Para os clientes realizarem a reclamação e ter o valor da multa é preciso anotar, ao final do atendimento pelo SAC, o número do protocolo para que seja possível comprovar a alegação.

Depois disso o consumidor insatisfeito deve acionar o Procon, para um atendimento prévio, através do telefone 151.

Caso - O MP alega que, por meio de inquérito civil foi apurado que a Oi não estaria cumprindo as normas gerais sobre o SAC, que estão em vigor desde o dia 1º de Dezembro de 2008.

Em testes efetuados, foi constatado que a empresa não vem cumprido as determinações relativas à: tempo máximo de espera; proibição do consumidor ser transferido para outro atendente quando quer cancelar o serviço; acesso e envio do conteúdo do histórico das demandas do consumidor.

Ao analisar o processo, o juiz Amaury da Silva Kuklinski, deferiu o pedido de liminar de antecipação dos efeitos da tutela, para que a empresa requerida cumpra todos os comandos do Código de Defesa do Consumidor, sob pena de aplicação de multa de R$ 500 reais por evento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos