Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 8 de agosto de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
DOURADOS

Justiça de Dourados cassa direitos políticos de Tetila

9 Nov 2010 - 08h00Por Nicanor Coelho / Midia Max de Dourados

O ex-prefeito de Dourados José Laerte Cecílio Tetila (PT), eleito deputado estadual nas últimas eleições, terá que recorrer de decisão judicial para ser empossado. Ele teve os direitos políticos suspensos nesta segunda-feira (8) por decisão do juiz José Carlos de Paula Coelho e Souza, da segunda vara civil de Dourados.

Conforme a decisão da Justiça, além da perda da função pública e suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos, Laerte Tetila terá que pagar multa de cem vezes o último salário de prefeito e ressarcir integralmente eventual dano causado aos cofres públicos.

A ação que causou a decisão judicial foi iniciada pelo Ministério Público Estadual em 2009 referindo-se a decisões administrativas tomadas em 2001, durante o mandato de Tetila como prefeito de Dourados, relacionadas à contratação de mão-de-obra através de cooperativas.

Cabe recurso no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. O ex-prefeito foi procurado pela reportagem para comentar a decisão do juiz, mas não foi encontrado.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel
100 PERÍCIA
Senado aprova regras que podem dispensar perícia médica do INSS
CAIXA PARA ELAS
Caixa anuncia programa voltado para o público feminino
COVID NO BRASIL
Brasil registra 265 novas mortes por Covid nas últimas 24 horas
CONFUSÃO DE TORCIDAS
Briga entre torcida do Flamengo e Corinthians deixa feridos em Campo Grande; veja vídeos
PREOCUPANTE
Covid-19: Brasil registra 295 óbitos e 34,4 mil casos em 24 horas
SOB INVESTIGAÇÃO
Brasileiro e estudante de medicina é encontrado morto em carro na fronteira
MILAGRE DA MEDICINA
Siameses brasileiros unidos pelo crânio são separados após 9 cirurgias