Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Justiça dá prazo de 24 horas para delegacias transferirem adolescentes

11 Nov 2009 - 17h07Por Mídia Max

O desembargador Josué de Oliveira, corregedor do Tribunal de Justiça, impôs o prazo de 24 horas para as delegacias de Mato Grosso do Sul, que têm ilegalmente adolescentes e crianças infratoras, façam a transferência delas para Unidades Educacionais de Internação.

Se a ordem não for cumprida, a denúncia levada ao Ministério Público Estadual resultará em responsabilização ao governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli e o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini. A informação é do juiz auxiliar da corregedoria do Tribunal de Justiça, Fábio Salameze.

Ele explica que o ECA (Estatuto da Criança) vem sendo descumprido pelo Estado há pelo menos 1 ano, tempo em que a Justiça de Paranaíba exige a transferência de garotos de cadeias para uma Unei.

A corregedoria enviou o ofício com a cobrança de providências ontem e o prazo de 24 horas conta após o recebimento, a partir de hoje.

Casos emblemáticos

Na região do Bolsão o problema é critico.

Conforme Salameze, o juiz de Paranaíba, Andrade Netto denuncia há mais de 1 ano a situação de desrespeito ao Estatuto da Criança na cidade. São ao menos 9 meninos envolvidos com o tráfico, em sua maioria, internados em condições subumanas e sem o mínimo de estrutura pra ressocialização.

Em Três Lagoas, foi autorizada a interdição parcial da Unei. Segundo Salameze, o último mutirão da Justiça resultou na transferência de meninos de Três Lagoas. Mas, mesmo assim há 24 no local cuja capacidade é para 12.

Ali, o juiz federal Roberto Lemos dos Santos Filho constatou a presença de adolescente com regime de interdição mais severo do que presos adultos que cometeram crimes hediondos.

Compromisso

Para se ter uma idéia, o Estado assumiu o compromisso de transferir os jovens da delegacia de Paranaíba em 6 de agosto de 2008. A Justiça deu 100 dias e até agora nada.

No dia 19 de outubro de 2009 o juiz cobrou novamente. A justificativa não foi dada e segundo Salameze, a falta de vagas é evidência.

“O ECA está sendo completamente desrespeitado na Comarca de Três Lagoas. Os problemas são insalubridade, falta de higiene e de alimentação”, finaliza.

 

Leia Também

COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem 87,4 mil casos e 133 mortes em 24 horas
HOMICIDIO EM SÉRIES
Bandido que comia olhos, orelhas e bebia sangue de vítimas é preso
COVID NO BRASIL
Brasil tem em 24 horas, mais 70.765 novos casos de covid-19