Menu
SADER_FULL
terça, 2 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Justiça bloqueia bens de ex-senador e 18 no Pará

27 Abr 2007 - 17h26
A Justiça Federal do Pará tornou indisponíveis os bens de dezenove pessoas e nove empresas envolvidas no desvio de verbas públicas da Companhia Docas do Pará (CDP). Entre os que tiveram os bens bloqueados está o ex-senador pelo Estado, Ademir Andrade (PSB).

A denúncia contra os acusados foi feita em outubro do ano passado pelo procurador-chefe do Ministério Público Federal (MPF) no Estado, Felício Pontes Júnior, que apontou a existência de uma quadrilha dentro da CDP comandada por diretores do órgão, entre eles Ademir Andrade, que na ocasião era o presidente.

Segundo Pontes Júnior, as irregularidades começavam na seleção das obras e das empresas que iriam realizá-las. Eram sempre as mesmas. Havia casos de licitações disputadas por empresas de um mesmo proprietário. Também ganhavam concorrência empreiteiras ligadas a diretores da CDP.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados
EPICENTRO DA COVID-19
Brasil aproxima de 30 mil mortes pela Covid-19