Menu
SADER_FULL
domingo, 27 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Juros para o consumidor atingem menor índice dos últimos 15 anos

10 Set 2010 - 09h20Por Agência Brasil

A taxa média mensal de juros para as pessoas físicas atingiu 6,75% em agosto, ante os 6,85% registrados em julho, segundo a pesquisa realizada pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

Esse percentual é o menor índice desde janeiro de 1995, quando a entidade iniciou a apuração. Até então, a mais baixa tinha sido registrada em março (6,77%).

Na média, a taxa anual caiu 2,47 pontos percentuais em agosto em relação a julho, passando de 121,46% para 118,99%.

Entre as seis linhas de empréstimos, a exceção foi o cartão de crédito, cuja correção está inalterada desde fevereiro deste ano em 10,69% ao mês.

Quem usou o dinheiro do cheque especial pagou juros de 7,45% ante 7,47% em julho. Nessa modalidade, a menor taxa mensal do ano foi constatada em janeiro (7,32%).

No caso do Crédito Direto ao Consumidor (CDC) obtido nos bancos os juros cobrados atingiram 2,37% ante 2,46%.

Em março, a taxa era inferior, de 2,33%. Nas demais financeiras, o CDC foi fixado, em média, em 4,73% ante 4,85% em julho.

Para as empresas, houve redução em todas as modalidades de empréstimos. Os empresários pagaram em média juros de 3,82% ao mês, redução de 0,03 ponto percentual na comparação com julho (3,85%), e o menor índice desde maio deste ano.

Na análise técnica da entidade, as reduções estão associadas à melhoria das condições econômicas do país e à regularização do mercado após a crise que atingiu alguns países europeus (Grécia, Portugal e Espanha).

Além disso, houve queda de inadimplência e maior competição no mercado financeiro.

A Anefac lembrou que, em agosto, a taxa básica de juros (Selic), no período de janeiro a agosto aumentou dois pontos percentuais passando de 8,75% ao ano, em janeiro, para 10,75% ao ano, em agosto.

Na mesma base de comparação, o crédito para pessoas físicas teve queda de de 2,97 pontos percentuais e os financiamentos para as empresas, elevação de 0,72 ponto percentual

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso