Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Juros para empréstimo pessoal têm alta em dezembro

12 Dez 2006 - 07h45
A taxa média de juros para empréstimo pessoal apresentou alta de 0,06 ponto percentual, passando de 5,31% ao mês em novembro para 5,37% ao mês em dezembro, segundo pesquisa realizada pela Fundação Procon-SP. Segundo a fundação, a alta interrompe a série de quatro meses de reduções consecutivas na taxa, e vai na contramão da trajetória de queda da taxa básica de juros,a Selic (atualmente em 13,25% ao ano). O Procon salientou, no entanto, que "essa inversão é resultado da alta promovida por apenas dois bancos da amostra".

As duas instituições que alteraram seus juros para empréstimo pessoal foram o banco Real, cuja taxa aumentou de 5,9% para 6,5% em dezembro, uma variação de 10,17% ante novembro (0,60 ponto percentual); e a Caixa Econômica Federal, cuja taxa passou de 4,62% para 4,68% ao mês no mesmo período, uma alta de 1,3% na mesma base de comparação (0,06 ponto percentual). Já o Banco do Brasil reduziu sua taxa de 4,65% para 4,62%, um decréscimo de 0,65% em relação a novembro (0,03 ponto percentual). Os outros bancos não alteraram suas taxas.

Com o aumento dos juros para empréstimo pessoal, o banco Real apresentou a maior taxa de dezembro (6,5% ao mês), enquanto a Nossa Caixa ficou com a taxa mais baixa do mês (4,25% ao mês).

Segundo a pesquisa da Fundação Procon-SP, a taxa média do cheque especial permaneceu praticamente inalterada entre novembro e dezembro, caindo de 8,153% ao mês para 8,150%. Essa redução foi reflexo da queda da taxa do Banco do Brasil, que também alterou seus juros para cheque especial. A taxa da instituição caiu de 7,73% para 7,70% ao mês no período, uma variação de 0,39% na comparação com novembro. Os outros bancos não alteraram suas taxas.

No cheque especial, o HSBC e o Itaú apresentaram as maiores taxas no mês (8,47% ao mês), e a Caixa Econômica Federal teve a menor taxa (7,2% ao mês).

O levantamento divulgado nesta segunda-feira foi realizado no dia 1º de dezembro em dez instituições financeiras: HSBC, Banespa, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander, Nossa Caixa, Real e Unibanco.

Os técnicos da Fundação Procon-SP destacam que, em virtude da possibilidade de variação da taxa do empréstimo pessoal pelo prazo do contrato, foi estipulado o período de 12 meses como base, já que todos os bancos pesquisados trabalham com este prazo. Os dados coletados referem-se a taxas máximas prefixadas para clientes não-preferenciais, sendo que para o cheque especial foi considerado o período de 30 dias.

 

 

Estadão

Leia Também

BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'
NAUFRÁGIO
Barco naufraga e duas pessoas desaparecem; buscas continuam nesta segunda (11)
FOTO: REDES SOCIAIS DESCARGA FATAL
Jovem morre ao desligar geladeira da tomada após queda de raio