Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

Juros bancários de pessoa física são os menores desde 1994

27 Out 2009 - 14h53Por Conjuntura

Os juros cobrados pelos bancos das pessoas físicas, em suas operações de crédito, caíram de 44,1% ao ano em agosto para 43,6% ao ano em setembro de 2009, informou nesta terça-feira (27) o Banco Central. Segundo a instituição, este é o menor valor desde o início da série disponibilizada pela instituição, em julho de 1994. Em agosto, a taxa já estava próxima da mínima histórica.

"O ambiente de superação da crise e a ampliação da atividade econômica geraram a queda de juros. O crédito consignado tem crescido bastante nesse ano e tem sido um dos responsáveis pela queda dos juros neste ano", disse o chefe-adjunto do Departamento Econômico do BC, Túlio Maciel.

Crédito pessoal e compra de veículos

Os dados do BC mostram, porém, que houve aumento na taxa de juros cobrada pelos bancos em suas operações de crédito pessoal. A taxa subiu de 44,3% em agosto para 44,7% ao ano em setembro. Já a taxa cobrada pelas instituições financeiras para compra de veículos recuou de 26,2% ao ano em agosto para 24,9% ao ano em setembro. Com isso, renovou a mínima histórica e passou a ser a mais baixa desde 1994.

Cheque especial

A taxa de juros média do cheque especial das pessas físicas, uma das modalidades de empréstimos mais caras do mercado, subiu de 161% ao ano em agosto para 162,7% ao ano em setembro deste ano, informou o BC.

A taxa segue extremamente elevada na comparação com outras linhas de crédito. Em junho deste ano, a taxa do cheque especial estava em 167% ao ano, o que já representava o menor valor desde setembro do ano passado - quando a crise externa se agravou.

Taxa média geral de juros

No último mês, segundo a autoridade monetária, também recuaram os juros médios de todas as operações de crédito dos bancos. A taxa geral média de juros bancários, para operações com recursos livres, passou de 35,4% ao ano em agosto para 35,e% ao ano em setembro - a mais baixa desde dezembro de 2007 (33,8% ao ano).

Empresas

O BC informou ainda que os juros cobrados pelos bancos em suas operações com empresas também caíram em setembro, para 26,3% ao ano. Em agosto, estavam em 26,4% ao ano.

Segundo a autoridade monetária, a taxa cobrada pelos bancos para desconto de duplicata ficou estável em 40,4% ao ano em setembro deste ano. Já a taxa média dos bancos para capital de giro recuou de 31% ao ano em agosto para 30,5% ao ano em setembro.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

APOSTAS NO BRASIL
É legal apostar em esportes no Brasil?
CRIME BRUTAL
Mulher é encontrada morta com rosas, uma aliança nas mãos e frase cruel escrita na testa
TRAGEDIA
Casal é encontrado morto no banheiro com o chuveiro ligado
VEJA VÍDEO
Servidora não deixa lençol sujar com sangue de bandido e viraliza na internet
LUTO NA TV
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da covid
COPA AMÉRICA
Com mudanças, Brasil encara Colômbia para garantir liderança do grupo
JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo