Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Junho foi o mês mais quente da história

17 Jul 2010 - 10h49Por R7

O mês de junho deste ano teve as maiores temperaturas globais na superfície da Terra e nos oceanos, tornando-o mais o quente da história, revelou a NOAA (Agência Americana para Oceanos e Atmosfera). 

A temperatura global média combinada da superfície da Terra e dos oceanos, em junho deste ano, foi a mais alta registrada, de 16,2 °C, ou 0,68 °C acima da temperatura média do século 20, que foi de 15,5°C. 

A temperatura global na superfície da Terra foi 1,07 °C acima da média do século 20, que foi de 13,3 °C, a mais alta registrada.
 
O calor acima da média ocorreu em todo o planeta. Os lugares onde ele foi maior foram o Peru, as regiões central e leste dos Estados Unidos e o leste e o oeste da Ásia. 

Já os lugares mais frios do que a média incluem os países do norte da Europa (Escandinávia), o sul da China e o nordeste dos Estados Unidos. 

A temperatura dos oceanos foi 0,54°C acima da média do século 20, de 16,4 °C. O calor mais forte ocorreu no oceano Atlântico. 

A temperatura na superfície dos oceanos continuou a diminuir no oceano Pacífico equatorial ao longo de junho, graças ao fim do fenômeno El Niño. De acordo com o centro de previsões da NOAA, o fenômeno La Niña deverá acontecer no verão deste ano no hemisfério Norte. 

O serviço oferecido pelo NOAA é usado por governos e empresas para acompanhar as mudanças climáticas em todo o mundo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada