Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Judiciário: lista tem mais de 200 supersalários

27 Nov 2006 - 16h09
Relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a ser divulgado nesta terça-feira revela que cerca de 200 desembargadores estariam recebendo acima do teto salarial de R$ 24,5 mil estabelecido para o funcionalismo público pela Constituição. O número representa aproximadamente 20% do total de magistrados em todos os Estados da Federação, enquanto a maior parte dos supersalários é fruto de ações judiciais que acabam levando os servidores a acumular benefícios e estourar o limite.

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, que teve acesso ao relatório e a números do governo, há ainda 129 servidores do Executivo federal ganhando acima do teto, que é equivalente aos vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O teto salarial foi estabelecido há oito anos.

Segundo os dados do governo, o maior salário do Executivo federal pertence a um professor aposentado da Universidade Federal do Ceará (UFC), que recebeu R$ 38.275,44 em abril passado. O valor atualmente é ainda mais alto, uma vez que os professores receberam em junho reajuste salarial entre 5% e 10%.

O "super-salário" do professor do Ceará chegou ao patamar divulgado sobretudo devido a vitórias em ações judiciais. Uma das decisões que colaborou para o professor atingir os vencimentos de R$ 38.275,44 se refere à reposição das perdas do Plano Collor. Isso só é possível pois a setença é uma das medidas constitucionais que se sobrepõem ao teto, a da como a "irredutibilidade", que proíbe um salário de ser reduzido.

O salários podem ser conhecidos pois o governo federal publica periodicamente no Diário Oficial a lista da maior e da menor remuneração de cada órgão da administração federal. Um dos salários mais altos é de um funcionário do Ministério do Planejamento, que chega a R$ 28.979,68 mensais.

O teto do salário do funcionalismo público já subiu de R$ 12,72 mil em 2000 para R$ 24,5 mil em 2006 e deve passar a R$ 25,72 mil em janeiro de 2007, se o Congresso aprovar o projeto do STF.

Vitórias na Justiça
São raros, mas há casos de vitórias judiciais do governo para garantir o cumprimento do teto salarial. Um dos casos envolveu um funcionário do Ibama que recebia R$ 33.628,59 e, em abril passado, teve um corte de R$ 9.128,59 no salário.

Caso o Congresso aprove o projeto de reajuste salarial proposto pelo STF, os ministros da Casa deverão passar a receber R$ 25.725 a partir de janeiro de 2007. O teto já subiu de R$ 12.720 em 2000 para R$ 24,5 mil em 2006.

 

 

Terra Redação

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro