Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 28 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Jovem é presa após matar pai do namorado a facadas em Goiás

28 Mar 2011 - 17h10Por G1

Uma jovem de 18 anos foi presa em flagrante após matar o pai do namorado, em Goiânia. O crime aconteceu no dia 21 de março, e a garota continua presa na Casa de Prisão Provisória em Aparecida de Goiânia (GO). A vítima tinha 52 anos.

A delegada Renata Chein explicou ao G1 que jovem foi até a casa do namorado, que havia saído. Ela teria sido agarrada pelo pai do rapaz, que teria tentado forçá-la a manter relações sexuais.

Nós solicitamos à perícia para confrontar o depoimento dela com o laudo, para verificarmos se o que ela disse realmente aconteceu"
delegada Renata Chein

“Em depoimento, ela conta que se arrumou para ir à faculdade e foi até a casa do namorado, que iria acompanhá-la. O rapaz não estava, então ela ficou aguardando. O sogro pediu que a jovem fosse até o quarto e, quando ela entrou, o homem trancou a porta e colocou a chave na cueca”, afirma a delegada.

“De posse de uma faca, ele a jogou na cama e os dois lutaram, até que em dado momento a faca caiu no chão. No depoimento, ela diz que deu uma facada nele e, mesmo assim, ele tentou impedi-la de abrir a porta. Ela deu outras facadas na vítima, que morreu no local”, afirma Renata.

A delegada disse que a jovem não chegou a ser estuprada, mas apresenta ferimentos pelo corpo que indicam que houve luta.

O namorado da jovem chegou à casa quando os dois estavam lutando no quarto. Ele ouviu parte da briga, segundo a polícia. Quando a jovem abriu a porta, ela e o namorado chamaram a polícia.

“Nós solicitamos à perícia para confrontar o depoimento dela com o laudo, para verificarmos se o que ela disse realmente aconteceu. Estamos aguardando o laudo chegar. Houve um homicídio e ela alega legítima defesa, mas isso será analisado”, diz a delegada.

Segundo a polícia, não há data prevista para a conclusão do laudo da perícia.

Pedido de liberdade
O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 1ª vara criminal de Goiânia, explicou ao G1 que a jovem permanece detida porque foi presa em flagrante. O advogado da família da vítima já entrou com um pedido de liberdade provisória, mas não houve decisão até o momento. O pedido será julgado por Alcântara.

“Pela palavra dela, consistiria em um ato de legítima defesa, até porque ela quase teria sido estuprada. Mas, na realidade, ela estava sozinha com a vítima dentro do quarto. Todas as testemunhas não são presenciais”, afirma Alcântara.

Como o inquérito ainda não foi concluído, o juiz vai aguardar o término do procedimento para julgar o pedido de liberdade. “O delegado tem um prazo de dez dias, até o início de abril. Enquanto os fatos não são apurados, nós temos de aguardar para tomar essa decisão. Eu quero realmente esperar e não vou decidir antes da chegada do inquérito, até porque existe uma dúvida sobre se o namorado ajudou ou não. A história pude mudar também”, diz o juiz.

A delegada informou que, por enquanto, o namorado não é suspeito de participar da morte do pai e não está sendo investigado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO 2021
Turismo 2021: O que esperar do Turismo Brasileiro no próximo ano?
SUA SAÚDE
Carnes de bichos selvagens podem transmitir parasitas, vírus e até matar
SEU BOLSO
Petrobras reajusta gasolina e diesel em 5% a partir desta quarta-feira
SONHOS INTERROMPIDOS
Pais perdem filho de 7 anos em tragédia na BR-376: "Passaram o dia montando a casa para receber ele"
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
UTI LOTADAS
13 crianças com covid estão em estado grave em Cuiabá
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe descobre estupro ao desconfiar que filha de 12 anos tinha ciúmes do padrasto
VIRUS A SOLTA
Caixão com corpo que tinha identificação de risco biológico por Covid é achado em estrada
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem fez vídeo antes de morrer em acidente no Paraná: 'Devagar, motora'
FATALIDADE
Padre cai de pedra em cachoeira e corpo é encontrado em poço