Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

José Dirceu confirma que foi demitido por Lula

11 Ago 2006 - 13h27
O ex-ministro e deputado cassado José Dirceu confirmou nesta sexta-feira em seu blog que foi demitido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em entrevista no Jornal Nacional, Lula disse pela primeira vez que foi ele quem afastou Dirceu e o ex-ministro Antonio Palocci.

"No presidencialismo quem decide é o presidente da República, e a decisão do presidente foi pelo afastamento. Foi o que fiz, pedi afastamento, até porque sempre coloquei os interesses do Brasil e do governo acima do meu cargo. Ponto final", escreveu.

Segundo ele, o presidente o convocou com o ex-deputado José Genoino e discutiram a situação até chegar à conclusão de que o caminho era o seu afastamento do governo.

Dirceu disse que já havia dito que fora demitido em entrevista no começo do ano à revista Fórum. "Afirmei textualmente: saí porque pedi para sair, me dei conta de que o presidente queria que eu saísse" e "eu não era presidente, era ministro, tanto é que ele me demitiu quando precisou"."

De acordo com Dirceu, Lula "decidiu por um caminho para enfrentar a crise, evitando o confronto com as forças que apostaram na calúnia, na conspiração e no golpismo".

"Minha opção era por mobilizar a militância e os movimentos sociais contra os ataques das elites conservadoras. Mas essa divergência não me impede de reconhecer que o presidente Lula saiu da crise mais forte, com o reconhecimento da maioria da sociedade pelo governo progressista que comanda", completou.

"Um presidente muito tenso"
Sobre a entrevista, Dirceu achou que a primeira imagem que ficou é de "um presidente muito tenso". "Trocou várias palavras, ética por corrupção, milhares por milhões e salário por inflação - este último equívoco corrigiu a tempo, até porque ele é o presidente do emprego e do aumento dos salários, com controle da inflação e queda dos juros nominais (ainda que o real ainda seja o maior do mundo)", observou.

Dirceu criticou, no entanto, a opção dos entrevistadores de chamar Lula de "candidato" e não de "presidente". "A Rede Globo e o Jornal Nacional,podiam ter-nos poupado do vexame de chamar o presidente da República de 'candidato'. Além de um desrespeito à instituição republicana e simples má educação, Lula é presidente, a Constituição permite que se candidate à reeleição e permaneça no cargo. Logo, é nosso chefe de Estado e de governo", disse.

 

Ivinhema News

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro