Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Brasil

Jerson diz que Enersul insiste com tarifaço de 21,7%

2 Abr 2007 - 16h19

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), afirmou há pouco, ao deixar reunião entre o governo do Estado e a diretoria da Enersul, que a concessionária sinalizou que não irá ceder quanto ao pleito de reajustar em 21,7% a tarifa de energia elétrica em Mato Grosso do Sul.

Segundo Jerson, por enquanto os representantes da Enersul estão apenas apresentando uma planilha de custos para justificar o aumento requerido de 21,7%. Na tentativa de acelerar a solução do impasse, os deputados Jerson Domingo e Paulo Corrêa (PR) viajam na tarde de hoje a Brasília (DF) para tentar marcar uma audiência ainda nesta segunda-feira com a diretoria da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) para impedir o reajuste sugerido pela Enersul.

Os deputados vão a Brasília tentar antecipar a negociação que seria feita na audiência de amanhã que já está marcada desde a semana passada. Jerson revelou que, ao contrário da intenção do governo do Estado, a Aneel já sinalizou que o reajuste zero “é impossível”. “Nem 10% dá pra aceitar, muito menos 21,7%. Esse percentual é impraticável e pode causar um colapso social”, destacou Jerson.

O presidente do legislativo estadual afirmou que a auditoria feita pela Aneel está prevista para acontecer, mas ainda não começou. O deputado Jerson Domingos disse ainda que o governador André Puccinelli (PMDB) não irá até a reunião de amanhã com a diretoria da Aneel e enviará apenas um representante do Executivo Estadual.

Nesta reunião de terça-feira, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) define durante a 11ª reunião pública, o índice de reajuste da tarifa de energia para os 74 municípios de Mato Grosso do Sul, atendidos pela Enersul, que solicitou aumento de 21,72%, para vigorar a partir do próximo dia 8. A reunião ocorre a partir das 9 horas (Horário de MS), na sala de reunião da diretoria da Aneel, em Brasília

Estão previstos para participar da reunião na sede da Aneel, os deputados Jerson Domingos, Paulo Corrêa, o gerente de projetos de energia do governo do Estado, Ademar Manchester, e um diretor da Enersul. O presidente da Assembléia revelou, que dependendo da decisão tomada amanhã sobre o reajuste, irá reunir todos os deputados da Casa para tomar uma atitude obre o assunto e a instauração de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) não está descartada.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Entenda como o Paraguai tem 66 mortes por Covid-19 e o que MS deveria aprender
AUXILIO EMERGENCIAL
Apesar da falta de recursos, governo avalia prorrogar Auxílio Emergencial
OPORTUNIDADE NO MS
JBS oferece 600 vagas de emprego em 6 cidades de MS
VACINA COVID 19
Bolsonaro diz que vacina contra covid deverá estar disponível em dezembro
FALSIFICAÇÃO
Nota falsa de R$ 200 começa a circular
REABERTURA DO COMÉRCIO
Brasil e Paraguai podem reabrir comércio na fronteira em 10 dias, diz ministro
REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - DICA CIA DO BICHO
Saiba o que são rações terapêuticas, Cia do Bicho destaca vários tipos, confira
BRASIL - 96.326 MORTES
Brasil tem 2.817.473 casos de Covid-19, indica consórcio de veículos da imprensa em boletim das 13h
EXPLOSÃO EM BEIRUTE
Libanês se emociona e diz: Parecia uma bomba atômica, que acabou com tudo