Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 17 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Já passa de 2 mil o número de armas recolhidas em MS

10 Set 2004 - 15h34
 

Já são 2.094 as armas recolhidas pela Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, em quase dois meses da Campanha Nacional do Desarmamento. O número corresponde às devoluções nos municípios do interior e também na Capital, que responde por mais da metade das armas recolhidas, com 1.058 devoluções registradas. Quanto às recompensas oferecidas pelo Ministério da Justiça, os sul-mato-grossenses embolsaram R$ 28 mil nos primeiros 10 dias de setembro e o valor total já pago no Estado chega a R$ 68 mil, conforme informações da Polícia Federal.

O valor é referente às armas que já foram periciadas e receberam o laudo técnico da PF. Após o ato da devolução, o prazo é de 30 dias para o pagamento da recompensa, de R$ 100 para revólveres e pistolas, R$ 200 espingardas e carabinas e R$ 300 fuzis. As delegacias de Polícia Civil dos municípios do interior também aderiram à Campanha em 10 de agosto e correspondem a 12,5% do total de devoluções. Já as delegacias da Polícia Federal do interior recolheram 325 armas em Dourados, 152 em Corumbá, 140 em Ponta Porã, 113 em Três Lagoas e 44 em Naviraí.

De acordo com a PF, parte das armas recolhidas já foram encaminhadas para o Exército, (no Comando Militar do Oeste), conforme determinação do Ministério. Em Mato Grosso do Sul os postos de arrecadação abrangem 94,8% dos municípios, sendo que o restante está recebendo unidades móveis de arrecadação, por determinação da SEJUSP (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública). A Campanha iniciada em 15 de julho é parte do Estatuto do Desarmamento, aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo presidente Lula em 21 de dezembro de 2003.

A meta de recolher 80 mil armas em todo o Brasil já foi alcançada e os R$ 10 milhões iniciais previstos para as recompensas já foram gastos. Porém, já foram liberados mais R$ 20 milhões, conforme anunciou o ministro da Justiça, Thomás Bastos, que avaliou a Campanha como “um sucesso”. Até o momento as devoluções em nível nacional correspondem a 83 mil armas. Este mês o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou a campanha publicitária da Campanha, com propagandas incentivando a entrega das armas. Também entrou em operação o telefone 0800-7290038 para sanar as dúvidas da população sobre a entrega, porte e registro de armas.


 
 
Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa cria calendário para liberar nova rodada de dinheiro do FGTS
TRAGEDIA AÉREA
Acidente aéreo mata sócio da Raizen e outras seis pessoas