Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 3 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Ivinhema recebe Caravana Mais Alimentos dia 2 de junho

19 Mai 2010 - 13h56Por Fátima News com Assessoria

Evento tem o objetivo de criar oportunidades para o desenvolvimento econômico e social da Agricultura Familiar em MS.

 

 

O governo do Estado, por intermédio da Seprotur - Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo e da Agraer - Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a Prefeitura de Ivinhema realizam no próximo dia 2 de junho, às 8 horas, a 1ª Caravana Mais Alimentos de Mato Grosso do Sul. Esse encontro acontece no Parque de Exposições Lídia Calabreta Massi.

 

 

O evento, voltado à modernização das propriedades rurais e ampliação da produção familiar, também será realizado em Dourados e Campo Grande, respectivamente, nos dias 31 de maio e 4 de junho. 

 

 

Agricultores familiares interessados em participar do evento em Ivinhema podem fazer suas inscrições na Agência da Agraer ou na Secretaria Municipal de Agricultura até o dia 28 de maio, nos horários das 7 às 11h e das 13 às 17horas.

 

 

“Estamos já nos organizando juntos as cidades vizinhas para receber essa Caravana. São ações como essa que contribuem com o desenvolvimento da agricultura familiar não só de nossa região mas de todo o nosso Estado”, destaca o prefeito de Ivinhema, Renato Câmara.

 

 

A Caravana Mais Alimentos terá a participação de vários representantes de municípios vizinhos, do governador do Estado, André Puccinelli e também conta com o apoio do Banco do Brasil e do Sindicato Rural de Ivinhema.

 

 

Segundo o secretário adjunto da Secretaria de Estado da (Seprotur), Paulo Engel – que organiza o evento ao lado da Agraer, MDA, distribuidores, indústrias, Famasul e sindicatos rurais, além de representantes de aproximadamente 30 prefeituras sul-mato-grossenses – a intenção é facilitar e ampliar o acesso ao crédito do Pronaf Mais Alimentos em todo o Estado.

 

 

“Queremos ampliar a produção de alimentos e a rentabilidade do agricultor familiar”, salienta. Com este objetivo, explica Engel, a secretária da Seprotur, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, traçou junto ao governo federal e iniciativa privada as parcerias necessárias para a realização da 1ª “Caravana Mais Alimentos” no Estado.

 

 

“Hoje, infelizmente, muitos agricultores familiares que já possuem a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) desconhecem a existência deste programa, ou, ainda, não contam com projetos voltados à aquisição de equipamentos capazes de ampliar sua produção e rentabilidade”, explicou.

 

 
De acordo com o secretário ajunto da Seprotur, a linha de crédito do Pronaf Mais Alimentos  - que possui teto de até R$ 100 mil por produtor - contempla a compra de aproximadamente 2800 equipamentos e implementos agrícolas. Outra vantagem do programa, são as condições do crédito. “O financiamento possui taxa de juros de apenas 2% ao ano e prazo de pagamento de até 10 anos, com até três de carência”, destaca. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados